OPERAÇÕES

Suspeitos de fraude em licitação e lavagem de dinheiro na mira da polícia

Duas operações foram deflagradas para combater organizações criminosas responsáveis por crimes tributários na Zona da Mata

JC Online
JC Online
Publicado em 07/08/2019 às 9:27
Notícia
Foto: JC Imagem
Duas operações foram deflagradas para combater organizações criminosas responsáveis por crimes tributários na Zona da Mata - FOTO: Foto: JC Imagem
Leitura:

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta quarta-feira (7) duas operações contra suspeitos de formar organizações criminosas responsáveis pelos crimes de fraude à licitação e lavagem de dinheiro em cidades da Zona da Mata Sul de Pernambuco.

Ao todo, as duas ações policiais, ligadas ao Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Draco), contam com a atuação de 150 policiais, entre delegados, agentes e escrivães.

A primeira operação, denominada "Carta Marcada" cumpre nove mandados de prisão temporária, além de 11 de busca e apreensão domiciliar, expedidos pelo juiz da Vara Criminal da Comarca de Gameleira". Já a segunda, chamada de "Sequência Real" cumpre nove mandados de busca e apreensão domiciliar, expedidos pela juíza da Vara Criminal da Comarca de Amaraji.

As investigações que deram origem à "Carta Marcada" tiveram início em dezembro de 2018 e foram assessoradas pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco (Dintel), pelo Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro (LAB-LD) e pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Esses órgãos também deram assessoria às investigações da "Sequência Real", que começaram em maio deste ano.

Detalhes

Os detalhes das operações serão divulgados na manhã desta quarta-feira, na sede do Draco, em Tejipíó, Zona Oeste do Recife

Últimas notícias