França

Marta reclama de arbitragem e comenta substituição contra Austrália

Camisa 10 do Brasil estreou na Copa do Mundo de Futebol Feminino na derrota da canarinho por 3x2

Luana Ponsoni
Luana Ponsoni
Publicado em 13/06/2019 às 17:15
Fifa/Reprodução
Camisa 10 do Brasil estreou na Copa do Mundo de Futebol Feminino na derrota da canarinho por 3x2 - FOTO: Fifa/Reprodução
Leitura:

Autora do primeiro gol do Brasil na derrota por 3x2 para a Austrália nesta quinta-feira (13), pela segunda rodada do Grupo C da Copa do Mundo de Futebol Feminino, a atacante Marta chamou atenção para a arbitragem da partida. No final do segundo tempo, não foi assinalado o pênalti sofrido por Andressa. O outro gol brasileiro no duelo realizado em Montpellier foi de Cristiane.

"Poderíamos ter saído no mínimo com o empate se a árbitra tivesse marcado o pênalti claríssimo na Andressa. Mas são coisas que acontecem e a gente não pode lamentar, porque faz parte do jogo. Agora é pensar na Itália e buscar uma vitória para garantir a classificação", disse a camisa 10, em entrevista ao SporTV.

Mesmo fazendo boa partida no primeiro tempo, Marta foi substituída no intervalo para a entrada de Ludmila. A alteração de Vadão causou estranheza na torcida brasileira. Também comprometeu nitidamente o rendimento da equipe, que ficou perdido em campo, com a saída também de Formiga, pendurada pelo critério de cartões amarelos. Mas, segundo Marta, isso já estava dentro do planejamento.

"Já estava previsto, porque por mais que eu não estivesse sentido nada, já vinha há bastante dias sem treinar com tanta intensidade. Teve até gente insinuando que eu vim para seleção já machucada, mas não foi isso que aconteceu. E isso não aconteceria, porque eu seria a primeira a pedir para ir embora. Alguns colocaram em dúvida até o trabalho que eu faço com o meu clube, e é um absurdo", desabafou.

EM ABERTO

A situação para o próximo jogo ainda é incerta, mas Marta diz que vai trabalhar para entrar como titular. A equipe enfrenta a Itália, na terça-feira (18), às 16h. O Brasil segue como líder do Grupo C, ao menos até o duelo das italianas contra a Jamaica, pela segunda rodada do Grupo C, nesta sexta-feira (14). Tanto o Brasil, quanto a Itália somam três pontos na competição, sendo que as brasileiras têm um duelo a mais.

Já as australianas aparecem em terceiro, por terem obtidos seus primeiros pontos com o triunfo desta quinta-feira (13), de virada, sobre a equipe canarinho.

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias