NORDESTÃO

Trio de Ferro pernambucano terá adversários complicados na briga pelo título da Copa do Nordeste

Ceará, Fortaleza e Bahia aparecem como os principais concorrentes dos times pernambucanos

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 05/01/2020 às 9:24
Notícia
Foto: reprodução do Twitter/ Ceará
Ceará, Fortaleza e Bahia aparecem como os principais concorrentes dos times pernambucanos - FOTO: Foto: reprodução do Twitter/ Ceará
Leitura:

Para o troféu da Copa do Nordeste voltar para Pernambuco (o último campeão do Estado foi o Santa Cruz, em 2016), o Trio de Ferro da capital pernambucana terá de superar adversários complicados e com maior orçamento, caso de Ceará, Fortaleza e Bahia, que figuram na Série A e dispõem de um maior poderio financeiro.

Time nordestino melhor posicionado na Primeira Divisão do ano passado (9º, com 53 pontos), o Fortaleza, surpreendentemente, ainda não anunciou nenhuma contratação para a temporada 2020. A prioridade da diretoria do Tricolor do Pici passa pela manutenção do elenco que conseguiu vaga inédita para disputar a Copa Sul-Americana desse ano. O goleiro Felipe Alves, os volantes Juninho e Derley tiveram os seus contratos renovados com o clube. Além deles, o zagueiro Paulão também teve o aval do técnico Rogério Ceni e deve ser o próximo a estender o seu vínculo com o Fortaleza.

O outro time da capital cearense, o Ceará, comandado por Argel Fucks, foi na Série B para reforçar o seu elenco para 2020 e acertou com dois dos principais destaques da Segundona do ano passado: o volante Charles (ex-Sport e jogador que mais desarmou na competição) e o centroavante Rodrigão, que marcou 13 gols pelo Coritiba, ajudando o time paranaense a conquistar o acesso. A diretoria do Vozão também acertou com os laterais Eduardo (direito) e Bruno Pacheco (esquerdo), ambos estavam na Chapecoense, e com o zagueiro Tiago Pagnussat. Outro defensor que já está acertado, mas ainda não foi anunciado oficialmente é Klaus, ex-Internacional. Já o meia Ricardinho e o atacante Mateus Gonçalves tiveram os seus contratos renovados. O meia Thiago Galhardo, por sua vez, interessa ao Inter.

Já o Bahia, do técnico Roger Machado, vem sendo cauteloso nas contratações e, desde o término da Série A, só anunciou dois nomes oficialmente: o volante Jadsom, ex-Cruzeiro, e o meia Daniel, ex-Fluminense. As renovações também foram poucas: o zagueiro Lucas Fonseca e o volante Flávio. Por outro lado, o Tricolor Baiano perdeu um dos seus destaques de 2019, o atacante Arthur, que pertence ao Palmeiras e foi negociado para o Bragantino.

INTERMEDIÁRIOS

Num pelotão abaixo na lista de concorrentes do Trio de Ferro da capital na luta pelo título da Copa do Nordeste estão os clubes que figuram na Série B: Vitória, CRB, CSA e Confiança. O rubro-negro baiano, que seguirá com Geninho em 2020, contratou nomes conhecidos do torcedor pernambucano, como: o zagueiro João Victor (ex-Santa Cruz), e os atacantes Alisson Farias e Júnior Viçosa (ambos ex-Sport). O experiente Gérson Magrão, de 34 anos, acertou com o Vitória.

Nas Alagoas, os rivais CSA e CRB não economizaram na hora de contratar. Enquanto o Azulão acertou com 13 atletas (destaque para Norberto e Yago, ex-Sport), o clube regatiano foi além e já contratou 15 jogadores (Léo Gamalho é o principal nome).

O Confiança, do treinador Daniel Paulista, trouxe o veterano meia Morais (35 anos, ex-Vasco), e os ex-alvirrubros Nirley (zagueiro) e Danilo Pires (volante).

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias