Copa do Nordeste

BID, pênalti e 'resgate alvirrubro': a estreia de Medina no Náutico

Meia do Náutico, que quase não jogou contra o Itabaiana, comemora conquista e espera trazer mais alegrias para a torcida

Diego Toscano
Diego Toscano
Publicado em 15/01/2018 às 12:33
Léo Lemos/Náutico
Meia do Náutico, que quase não jogou contra o Itabaiana, comemora conquista e espera trazer mais alegrias para a torcida - FOTO: Léo Lemos/Náutico
Leitura:

Um sábado (13) especial para a torcida do Náutico e para o meia Medina. Após um 2017 amargo, com a queda para a Série C, o torcedor alvirrubro voltou a comemorar uma classificação do Timbu. Na Arena de Pernambuco, a equipe bateu o Itabaiana nos pênaltis e passou para a fase de grupos da Copa do Nordeste. A última cobrança convertida foi do meia Medina, que por cinco minutos não foi pro jogo.

Isso porque o atleta foi regularizado na sexta (12) às 18h55, cinco minutos antes do encerramento da semana no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). "Na sexta, estava treinando (à tarde) e não sabia se ia jogar. Antes de vir para o treino, liguei pro México (o meia estava no Potros-MEX em 2017) e não tinham mandado a documentação. Faltando cinco minutos, meu nome saiu", relembrou o meia do Náutico, que tinha feito apenas um treino aberto entre os titulares da equipe.

DECISÃO

Na partida, após 90 minutos discretos, teve a responsabilidade de fechar as cobranças do Náutico. Com um chute forte no canto direito do goleiro Andrade, colocou o Timbu na fase de grupos da Copa do Nordeste. E tirou um enorme peso das costas dos jogadores no segundo jogo oficial do clube da Rosa e Silva.

"Tiramos um peso muito grande das costas. O sábado (13) foi emocionante para todos os jogadores e torcedores, que tiveram um dia feliz depois de tanto tempo. Acho que deu para resgatar um pouco o orgulho de ser alvirrubro. Espero que a equipe esse ano dê mais alegrias ao torcedor", finalizou Medina.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias