Rafael Ribeiro

Titular contra o ABC, Rafael Ribeiro espera dar 'dor de cabeça' ao técnico do Náutico

"Quero dar dor de cabeça ao professor, para mostrar que estou pronto", disse o zagueiro

Fernando Marinho
Fernando Marinho
Publicado em 28/06/2019 às 8:03
Notícia
Léo Lemos/Náutico
"Quero dar dor de cabeça ao professor, para mostrar que estou pronto", disse o zagueiro - FOTO: Léo Lemos/Náutico
Leitura:

Testado como titular do Náutico nos treinos durante a semana, o zagueiro Rafael Ribeiro deve assumir a vaga de Camutanga, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, contra o ABC, sábado (29). Sincero durante a entrevista coletiva, o jogador revelou que não acredita que vai permanecer no time titular, mas quer fazer um bom jogo para dar 'dor de cabeça' ao técnico Gilmar Dal Pozzo.

"As lesões têm me atrapalhado bastante, mas eu acredito muito em Deus e acho que nada acontece por acaso. Foi um tempo de me preparar mais como atleta e como pessoa. Espero sábado fazer um bom jogo, lutar. Acredito que eu não vá permanecer no time titular, mas eu quero dar dor de cabeça ao professor, para mostrar que estou pronto", comentou o zagueiro alvirrubro.

Esta será a primeira oportunidade que Rafael Ribeiro terá com Dal Pozzo. Nesta temporada, o zagueiro atuou em dez partidas e marcou um gol. "A semana tem dado indícios de que vou iniciar o jogo de sábado, mas o trabalho ainda não acabou. Ainda temos esta sexta-feira para ir para o jogo preparados. Mas se eu for começar o jogo sábado é uma oportunidade muito boa, porque eu não vinha jogando. Espero que eu venha a jogar sábado e que o Náutico saia com os três pontos", destacou.

APRENDIZADO

Rafael Ribeiro não joga desde a semifinal da Copa do Nordeste, há quase dois meses. No banco de reservas, o jogador revelou que o período longe do time titular serviu de aprendizado para ele, especialmente depois da chegada de Fernando Lombardi, jogador mais experiente do elenco alvirrubro, com 37 anos.

"É um cara muito experiente, orienta bastante, conversa muito comigo. Esse tempo parado foi um tempo para eu me preparar, ganhar mais experiência vendo Camutanga e Fernando Lombardi jogarem. Se eu jogar sábado, vai ser um jogo muito importante para mim, para colocar o que aprendi em prática", disse Rafael Ribeiro.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias