CONSISTÊNCIA

Quinto jogo sem tomar gols valoriza sistema defensivo do Náutico

O Náutico levou apenas 6 gols em 11 partidas disputadas. O clássico contra o Sport foi o quinto jogo que o Timbu saiu sem tomar gols

Túlio Feitosa Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Publicado em 16/02/2020 às 10:15
Foto: Caio Falcão/CNC
O Náutico levou apenas 6 gols em 11 partidas disputadas. O clássico contra o Sport foi o quinto jogo que o Timbu saiu sem tomar gols - FOTO: Foto: Caio Falcão/CNC
Leitura:

Consistência e regularidade vêm sendo palavras-chaves para a defesa do Náutico neste início de temporada, principalmente com a presença do zagueiro Ronaldo Alves em campo. O Timbu já disputou 10 partidas em 2020. Foram seis vitórias, três empates e uma derrota. O clássico contra o Sport pela Copa do Nordeste, no último sábado (15), foi a quinta partida da equipe alvirrubra sem tomar gols do adversário. Ao todo, foram apenas seis gols sofridos.

“Foi um jogo difícil, nosso goleiro foi exigido. Mas nos sobressaímos. Contente por não ter sofrido gol em mais uma partida. É manter o nível. Quarta-feira novamente, temos que segurar também, só assim a gente tem grande possibilidade de passar de fase”, frisou Ronaldo, que já direcionou o foco para a partida contra o Botafogo-RJ, na Copa do Brasil.

Ronaldo Alves foi titular em sete oportunidades neste ano e esteve presente nas cinco partidas que o Náutico não tomou gol. Ainda chegou a marcar um gol, que foi no jogo do sábado contra o Sport. O zagueiro abriu o placar nos Aflitos e segurou o ataque rubro-negro até o final do jogo.

COPA DO BRASIL

O Náutico irá enfrentar o Botafogo-RJ no Estádio dos Aflitos na próxima quarta-feira (19), em partida válida pela segunda fase da Copa do Brasil. Caso passe de fase, o Timbu irá arrecadar R$ 1,5 milhões. Diferente da primeira partida do torneio, se o placar terminar empatado, a vaga para a próxima etapa será decidida nas penalidades.

Últimas notícias