Brasileirão

Ex-Sport tem lesão no joelho confirmada e deve perder temporada

Jogador se machucou em duelo do último dia 2, pelo Campeonato Brasileiro

JC Online
JC Online
Publicado em 11/06/2019 às 13:40
Daniel Castelo Branco/Divulgação
Jogador se machucou em duelo do último dia 2, pelo Campeonato Brasileiro - FOTO: Daniel Castelo Branco/Divulgação
Leitura:

O Fluminense teve nesta terça-feira (11) a confirmação de uma péssima notícia para o restante da temporada. O departamento médico do clube anunciou que a lesão do zagueiro Matheus Ferraz é mais grave do que se especulava. O jogador está com uma ruptura de ligamento cruzado no joelho direito e terá que passar por cirurgia nas próximas semanas.

A entorse no joelho direito aconteceu na derrota para o Athletico-PR por 3 a 0, no último dia 2, na Arena da Baixada, em Curitiba, pelo Campeonato Brasileiro. O jogador realizou exames que diagnosticaram uma ruptura de ligamento cruzado. Nesta terça-feira, o clube não divulgou uma previsão de retorno, mas estima-se que o tempo mínimo de recuperação é de seis meses.

Matheus Ferraz, de 34 anos, foi contratado no início deste ano junto ao América-MG e logo sofreu com críticas da torcida. Mas o zagueiro de 34 anos mostrou serviço e conquistou a confiança do treinador Fernando Diniz e dos próprios tricolores. Titular absoluto do time, disputou 32 jogos na temporada, sendo 31 como titular, e marcou três gols.

Sem Matheus Ferraz e Léo Santos, que também lesionou gravemente o joelho, Fernando Diniz terá à disposição, após a Copa América, os zagueiros Frazan, Nino e Digão, que vem se recuperando de uma fratura na fíbula, além do jovem Luan, das categorias de base.

CASO PEDRO

A lesão é a mesma sofrida pelo atacante Pedro, em agosto de 2018, em um jogo contra o Cruzeiro, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pelo Brasileirão. O jogador passou por cirurgia, ficou oito meses parado e só retornou a jogar pelo Fluminense em abril deste ano.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias