olímpicos

COB cortará número de atletas para o Sula e Jogos Pan-Americanos

Por conta da crise, COB anunciou que enxugará gastos e diminuirá o número de atletas para o Campeonato Sul-Americano e Jogos Pan-Americanos

Gabriela Máxima
Gabriela Máxima
Publicado em 06/12/2017 às 11:04
Divulgação
Por conta da crise, COB anunciou que enxugará gastos e diminuirá o número de atletas para o Campeonato Sul-Americano e Jogos Pan-Americanos - FOTO: Divulgação
Leitura:

Por conta da crise financeira, o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) anunciou que enxugará o orçamento e diminuirá o número de atletas convocados para competições internacionais. A principal baixa da delegação deve acontecer em duas oportunidades: o Campeonato Sul-Americano de 2018, na Bolívia, e os Jogos Pan-Americanos de 2019, no Peru.

Como era de se esperar, a decisão chegou às confederações e causou insatisfação por parte das entidades. Em alguns esportes, o corte chegará a 50% do número de atletas que foram convocados nos torneios do ciclo olímpico passado. Para se ter uma ideia, no Sula de Santiago, o Brasil levou uma delegação de 700 pessoas, sendo 490 atletas. 

CICLOS OLÍMPICOS

Vale lembrar que o ciclo passado culminou nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Na época, o COB investia pesado nos atletas com potencial para se destacar nos Rio-2016. Além disso, Carlos Arthur Nuzman era o presidente e atuava na Organização Desportiva Sul-Americana. Meses atrás, o dirigente se envolveu em investigação de casos de corrupção e renunciou ao cargo. A entidade, assim, também perdeu patrocinadores importantes.

O próximo ciclo olímpico terminará em Tóquio-2020 e é provável que a delegação brasileira não seja tão expressiva como aconteceu no Rio.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias