Disputa

Terceira Copa Acácia movimenta handebol master feminino do Nordeste

Competição foi idealizada para homenagear a ex-atleta da seleção pernambucana da modalidade Ana Acácia, falecida em 2010

Luana Ponsoni
Luana Ponsoni
Publicado em 04/10/2018 às 16:55
Divulgação
Competição foi idealizada para homenagear a ex-atleta da seleção pernambucana da modalidade Ana Acácia, falecida em 2010 - FOTO: Divulgação
Leitura:

Quantas finalidades podem ser atingidas com o esporte? Uma das respostas foi encontrada há dois anos pela equipe recifense Handelada. Inicialmente para homenagear a ex-atleta da seleção estadual Ana Acácia - falecida em 2010, aos 37 anos - as integrantes do time resolveram organizar a Copa Acácia de Handebol Master. Como consequência, também conseguiram movimentar o calendário da categoria no Nordeste, reunir velhas amigas das quadras, celebrar o esporte e ainda fazer bem ao meio ambiente.

Assim como nas edições anteriores, na deste ano, que acontece entre 12 e 14 deste mês, em João Pessoa (PB), haverá um momento para todas as equipes realizarem o plantio de mudas de árvores na cidade-sede. 

O primeiro torneio foi realizado no Recife e o segundo em Maceió (AL). A proposta é fazer uma competição itinerante para que as equipes master do Nordeste tenham mais opções de disputa. Antes de idealizar a Copa Acácia, as jogadoras do Handelada ficavam limitadas a torneios do Sul e Sudeste “Levar a competição a cada ano para uma cidade diferente é uma forma de divulgar a prática do handebol por mulheres acima dos 35 anos no Nordeste, região carente de torneios nessa categoria, e ainda uma forma atrativa de trazer equipes estrangeiras pelo potencial turístico do local”, destacou a organizadora do evento, Rosileide Carmina.

NORDESTE

O torneio será disputado por 12 equipes, com atletas a partir dos 35 anos. Entre os times inscritos, há representantes do Norte e Nordeste, além de um da Argentina. A Região terá o maior número de participantes. Pernambuco jogará com o Handelada, Recife Handebol Master (RHM), Handelayd’s Master, Handebol Nossa Paixão (HNP) e Arcoverde Handebol Master. Já a Paraíba terá o Jampa Hand Club (JHC) e Handebol Clube da Paraíba (HCP), enquanto o Rio Grande do Norte vai com o RN Master e UFRN Hand Master. Já Alagoas atuará com As Soberanas.

“Tínhamos quase 20 equipes interessadas (em participar do evento), mas tivemos que limitar para 12 o número de vagas. Ano que vem, nosso foco será ampliar o número de equipes participantes e não deixar ninguém de fora”, contou Rosileide.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias