santa cruz

Técnico do Santa Cruz lamenta tragédia no CT do Flamengo

Técnico do Santa Cruz, Leston Júnior, deixou de lado por um momento o Clássico das Emoções contra o Náutico para lamentar a tragédia do Flamengo

JC Online
JC Online
Publicado em 08/02/2019 às 12:15
Analise
Léo Mota/JC Imagem
Técnico do Santa Cruz, Leston Júnior, deixou de lado por um momento o Clássico das Emoções contra o Náutico para lamentar a tragédia do Flamengo - FOTO: Léo Mota/JC Imagem
Leitura:

Um dia antes do Clássico das Emoções contra o Náutico, o  técnico do Santa Cruz, Leston Júnior, deixou de lado a rivalidade entre as equipes para lamentar a tragédia no CT do Flamengo. O incêndio matou 10 jovens e deixou três feridos. O comandante tricolor prestou solidariedade às famílias e ao clube carioca. 

"Enquanto cidadão e profissional do futebol lamento a tragédia no Rio de Janeiro. Deixo aqui minha solidariedade e meus sentimentos à família e ao clube", pontuou o treinador, que continuou falando sobre o clássico do final de semana. "Em relação ao clássico, as duas equipes chegam iguais. Clássico é um jogo diferente, que mexe com todo mundo, com profissionais, a torcida, a cidade. A expectativa é de um grande jogo. Tomara que a gente consiga fazer um jogo em cima daquilo que queremos propor", observou.

IMPORTÂNCIA DO CLÁSSICO

O Santa Cruz encontrará o Náutico no Clássico das Emoções no próximo sábado (9), pela quarta rodada da Copa do Nordeste, às 18h30. Este será o primeiro o primeiro clássico de Leston à frente da equipe tricolor, além de ser o primeiro clássico realizado nos Aflitos após os cinco anos que o Náutico mandou suas partidas na Arena de Pernambuco.

"A gente precisa ter muito foco, porque esse jogo é muito importante e pode valer a liderança do grupo em uma competição que é muito importante para a gente no primeiro semestre", comentou o treinador. "Estou tranquilo. Temos a consciência do que representa um clássico. É normal a expectativa ser maior. Acredito que um time de futebol é a cara e semelhança do seu comando. E uma das minhas atribuições é gerar essa tranquilidade. Sabendo e passando para os atletas o que significa esse jogo. Pode matematicamente colocar a gente na liderança, além do valor do clássico", comentou. 

Últimas notícias