Explicação

Médico do Sport explica escolha em não operar o volante Rithely

Cléber Maciel destacou que nunca houve indicação de cirurgia no atleta enquanto ele atuava pelo clube rubro-negro

Vinícius Barros
Vinícius Barros
Publicado em 26/03/2018 às 12:01
Foto: Guga Matos/JC Imagem
Cléber Maciel destacou que nunca houve indicação de cirurgia no atleta enquanto ele atuava pelo clube rubro-negro - FOTO: Foto: Guga Matos/JC Imagem
Leitura:

O diretor médico do Sport Cléber Maciel explicou em entrevista à Rádio Jornal na manhã desta sexta-feira (26) a condição do volante Rithely, negociado junto ao Internacional há duas semanas. Com lesão crônica no tornozelo, o jogador foi emprestado ao time gaúcho, mas mantém contrato com o time rubro-negro até 2022. Um dos pontos explicados foi a escolha em não operá-lo na época em que estava no elenco rubro-negro.

"Era público e notório, inclusive alguns dias antes da negociação dei uma entrevista afirmando que ele tinha esse problema crônico. Aqui no Sport, a gente nunca agiu na base do achismo. Se por acaso aqui, Rithely ou qualquer outro jogador não foi operado, foi porque naquele momento não havia nenhuma indicação. Não iríamos agir de forma intempestiva de operar um caso sem indicação absoluta", comentou.

Cirurgia

Contudo, ele comentou que o departamento médico do Colorado pensou diferente e optou pelo procedimento cirúrgico. "Eles, na vivência deles, consideraram que a cirurgia era mais viável. É uma questão de conduta", ressaltou.

Maciel reforçou a postura adotada pelo setor médico rubro-negro. "O departamento agiu com profissionalismo, ele deixou muito clara a situação do Rithely para todos, inclusive a imprensa e deixamos clara a lesão e a gente quer usar a expressão 'doença crônica do tornozelo'. Tratamos ele com carinho e responsabilidade. Nós não operamos pois, no nosso crivo e no de médicos que ajudam o Sport, todos foram unânimes em dizer que a cirurgia não era a melhor opção para o atleta", encerrou.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias