MUDANÇA

Milton Cruz segue sem conseguir dar sequência a zaga do Sport

Contra o América, o treinador rubro-negro mais uma vez vai modificar a defesa leonina

JC Online
JC Online
Publicado em 02/02/2019 às 9:03
Analise
Foto: JC Imagem
Contra o América, o treinador rubro-negro mais uma vez vai modificar a defesa leonina - FOTO: Foto: JC Imagem
Leitura:

Nas três partidas nesse início de temporada, o técnico Milton Cruz modificou bastante a linha de quatro defensiva do Sport e ainda não conseguiu dar uma sequência. Ao todo, cinco jogadores se revezaram na defesa leonina. Na lateral direita, Raul Prata e Norberto; na esquerda, Sander; e na zaga, Adryelson, Walber e Chico.

No duelo de hoje, contra o América-PE, o treinador leonino vai modificar mais uma vez o setor. E vai promover duas estreias. Com a lesão do prata da casa Chico (vai ficar quatro meses afastado) e a suspensão do titular Sander, os recém-contratados Cleberson e Guilherme Lazaroni assumem à titularidade. “Quando eu acertei com o Sport, pedi a diretoria para manter a defesa pra gente começar o trabalho tendo um norte. Então tínhamos Magrão, Raul (Prata), Adryelson e Sander. Mas tivemos alguns problemas de lesões e cartões e estamos colocando os novatos para jogarem até a gente achar a formação ideal”, falou Milton.

Apesar dos desfalques para essa partida, Cruz fez questão de enaltecer a força do elenco rubro-negro. “Temos o Cleberson, Rafael (Thyere) chegando... Chico também vinha muito bem, pena que teve a lesão, pois eu pensava em dar uma sequência a ele. Mas sabemos que podemos contar com ele para a temporada”, avaliou.

FORMAÇÃO IDEAL

No próximo dia 13, o Sport vai estrear na Copa do Brasil. E, nesse jogo, Milton Cruz espera já ter uma formação ideal definida. “Espero dar uma sequência daqui pra frente, já visando o jogo com a Tombense. Ter uma zaga definida e um time definido pra esse jogo. Apesar de termos pouco tempo e com jogadores chegando. Estamos montando um grupo forte”, elogiou.

Uma outra opção para a zaga é o veterano Durval. O defensor, de 38 anos, renovou contrato com o Leão e fica na Ilha do Retiro até dezembro. Como está parado há dois meses, o xerife rubro-negro vai precisar de três semanas para ficar apto.

Últimas notícias