Transporte

Passagem de ônibus sobe para R$ 3,50 em São Paulo, mas estudante terá passe livre

A prefeitura informou que implantará o passe livre para estudantes das redes públicas de educação e do ciclo básico

Da ABr
Da ABr
Publicado em 26/12/2014 às 21:29
Foto: Antonio Cruz/ABr
A prefeitura informou que implantará o passe livre para estudantes das redes públicas de educação e do ciclo básico - FOTO: Foto: Antonio Cruz/ABr
Leitura:

A partir de 6 de janeiro de 2015, a tarifa dos ônibus municipais passará de R$ 3 para R$ 3,50 para pagamento na catraca. O valor do Bilhete Único Integrado com o Metrô e os trens da CPTM será de R$ 5,45.

De acordo com a assessoria da Prefeitura de São Paulo, o prefeito Fernando Haddad comunicou hoje (26) à tarde à Câmara Municipal sobre as tarifas. O valor foi mantido para o Bilhete Único Mensal, Semanal e Diário, ou seja R$ 140, R$ 38 e R$ 10, respectivamente. O Bilhete Único Mensal Integrado, para quem utiliza trem, metrô e ônibus também se manteve em R$ 230 mensais.

A prefeitura informou que implantará o passe livre para estudantes das redes públicas de educação e do ciclo básico (fundamental e médio). Também serão beneficiados estudantes de nível superior, por meio do Programa Universidade Para Todos (Prouni), Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) ou cotas raciais ou sociais.

Estudantes de escolas privadas do ciclo básico ou do ensino superior que não sejam atendidos por programas sociais do governo federal continuam com 50% de desconto na tarifa. Idosos com mais de 60 anos também estão isentos.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), confirmou que haverá aumento na tarifa de metrô e trens em 2015, mas não adiantou valores. A estimativa é que as novas tarifas, atualmente de R$ 3, fiquem entre R$ 3,40 e R$ 3,50.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias