Hong Kong

Líder dos protestos de Hong Kong completa 18 anos

Com um discurso forte, Wong se torou o porta-voz de uma geração que deseja ser ouvida

Da AFP
Da AFP
Publicado em 13/10/2014 às 9:49
Foto: AFP
Com um discurso forte, Wong se torou o porta-voz de uma geração que deseja ser ouvida - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

Joshua Wong, ícone da "revolução dos guarda-chuvas" em Hong Kong, completa 18 anos nesta segunda-feira e afirmou que deseja segurança para sua família.

Com um discurso forte, Wong se torou o porta-voz de uma geração que deseja ser ouvida.

Em sua página no Facebook, que tem mais de 230.000 seguidores, Wong apresentou três desejos para o aniversário, o primeiro deles "segurança" para sua família, sua namorada e os "colegas estudantes".

Wong também pediu aos manifestantes "vontade para continuar lutando" e que Pequim termine por conceder a Hong Kong "o verdadeiro sufrágio universal".

O estudante recebeu de presente dos manifestantes um bolo em forma de guarda-chuva, objeto que virou símbolo das manifestações que começaram em 28 de setembro.

Os manifestantes, em sua maioria estudantes, ocupam há mais de 15 dias vários bairros e avenidas estratégicas da ex-colônia britânica, que passa pela maior crise política desde que o Reino Unido devolveu o território a China em 1997.

Os ativistas desejam sufrágio universal pleno na eleição de 2017 que escolherá o próximo chefe de Governo local. Pequim anunciou em agosto que vai autorizar ou vetar os candidatos, o que o movimento pró-democracia considera inaceitável.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias