Protesto

Manifestantes em Ferguson protestam na Black Friday

Dezenas de manifestantes, incluindo crianças, gritavam "Sem justiça, sem paz" e "Parem de comprar e se unam ao que aconteceu"

Da AFP
Da AFP
Publicado em 28/11/2014 às 21:04
Foto: AFP
Dezenas de manifestantes, incluindo crianças, gritavam "Sem justiça, sem paz" e "Parem de comprar e se unam ao que aconteceu" - FOTO: Foto: AFP
Leitura:
Manifestantes forçaram nesta sexta-feira o fechamento de um shopping em Saint Louis (Missouri) para exigir o boicote às compras na "Black Friday" e justiça diante da morte de um jovem negro desarmado baleado por um policial branco na vizinha Ferguson.

Dezenas de manifestantes, incluindo crianças, gritavam "Sem justiça, sem paz" e "Parem de comprar e se unam ao que aconteceu", enquanto outros carregavam cartazes em que pediam o boicote à data promocional do comércio americano.

Cerca de 100 pessoas permaneceram deitadas no chão durante vários minutos para simbolizar as mais de quatro horas em que Michael Brown, de 18 anos, permaneceu na calçada depois de ser morto a tiros pelo policial branco em Ferguson.

Um Grande Juri decidiu na segunda-feira não julgar o policial que disparou contra Brown, decisão que provocou incêndios e saques em Ferguson.

Algumas lojas do shopping permaneceram abertas, mas outras fecharam como medida de precaução.

Policiais disseram à AFP que receberam a ordem de esvaziar o prédio. Os manifestantes se mostraram satisfeitos por terem conseguido que diversas lojas fechassem.

"Agora é um movimento que se está espalhando pelo país e pelo mundo", disse a jornalista e ativista Kymone Freeman.

"Felizmente veremos mais [manifestações] como esta. Acho que os protestos da Black Friday continuarão durante a temporada de Natal", complementou.

Em Nova York, a polícia deteve manifestantes durante outro protesto realizado em frente à loja Macy para boicotar a "Black Friday" devido à absolvição do policial branco que matou o jovem negro.

Não foi confirmado o número de detidos nem a razão das prisões.

No protesto, participaram cerca de 200 pessoas, segundo imagens transmitidas pela televisão local.

A "Black Friday" ocorre após o Dia de Ação de Graças nos Estados Unidos, com o comércio e as grandes distribuidoras oferecendo descontos altos, fazendo com que os americanos saiam frenéticos às compras.

Diversas celebridades, entre elas o magnata do hip hop Russel Simmons, participaram do boicote para protestar contra a decisão de um Grande Juri do Missouri em não condenar o policial Darren Wilson pela morte do jovem negro de 18 anos Michael Brown, no dia 9 de agosto.

Ao menos doze pessoas foram presas desde segunda-feira à noite em manifestações realizadas em Nova York pelo caso Ferguson.

Últimas notícias