Ataques aéreos

Iraque: coalizão contra EI reforça bombardeio de apoio aos curdos

A coalizão na Síria efetuou seis ataques, sendo cinco na região da cidade curda de Kobane

AFP
AFP
Publicado em 17/12/2014 às 21:46

U.S. Air Force Photo/ Staff Sgt. Perry Aston
A coalizão na Síria efetuou seis ataques, sendo cinco na região da cidade curda de Kobane - FOTO: U.S. Air Force Photo/ Staff Sgt. Perry Aston
Leitura:

Os Estados Unidos e seus aliados intensificaram nos últimos dias a campanha aérea contra o grupo Estado Islâmico no Iraque, onde realizaram 61 ataques, sendo 45 para apoiar as forças curdas iraquianas, informaram oficiais do Pentágono.

O comando conjunto multinacional (CJTF), encarregado das operações, não detalhou onde ocorreram os ataques de apoio aos "peshmergas" (combatentes curdos) e às forças de segurança iraquianas.

Quinze aviões "destruíram cerca de 15 objetivos", incluindo veículos, postos de controle, posições de combate e outros equipamentos, informou o CJTF.

As forças curdas lançaram na quarta-feira uma forte ofensiva para retomar zonas do norte do país próximas à fronteira síria, como a região de Sinjar (norte), sob o poder dos jihadistas do EI.

Esta ofensiva foi deflagrada em duas frentes: a partir de Rabia, na fronteira síria, e de Zumar, na zona do lago de Mossul, segundo oficiais curdos.

O chefe do gabinete de Masud Barzani, presidente da região autônoma do Curdistão iraquiano, explicou que o objetivo é "libertar" toda a zona de Sinjar.

A coalizão também realizou ataques aéreos contra o EI nos arredores de Mossul, Erbil, Tal Afar, Hit e Ramadi.

Na Síria, a coalizão efetuou seis ataques, sendo cinco na região da cidade curda de Kobane, na fronteira com a Turquia.


Últimas notícias