AirAsia

França investiga acidente de avião da AirAsia

Investigação foi confiada à gendarmeria de transporte aéreo

Da AFP
Da AFP
Publicado em 31/12/2014 às 9:28
Foto: AFP
Investigação foi confiada à gendarmeria de transporte aéreo - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

O ministério público de Paris abriu uma investigação preliminar por homicídio culposo após o acidente no mar de Java de um avião da AirAsia, cujo co-piloto era francês, indicou nesta quarta-feira à AFP uma fonte judicial.

A investigação, aberta na terça-feira e quase automática a cada vez que há uma vítima francesa em uma catástrofe no exterior, foi confiada à gendarmeria de transporte aéreo.

O Airbus A320-220 da companhia aérea malaia de baixo custo caiu no domingo no mar com 162 pessoas a bordo quando voava entre Indonésia e Cingapura. Seis corpos foram recuperados até agora, mas as operações de busca estavam suspensas nesta quarta-feira devido às más condições climáticas.

Única vítima francesa do drama aéreo, o co-piloto Rémi-Emmanuel Plésel tinha 46 anos e era originário da Martinica. Havia sido engenheiro da petroleira Total antes de mudar de profissão em 2012 e ser contratado pela AirAsia.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias