Oriente Médio

Homens armados matam dois policiais no Egito

Mais de 500 policiais e soldados morreram em ataques e atentados no Egito no último um ano e meio

Da AFP
Da AFP
Publicado em 06/01/2015 às 9:41
Foto: SHAH MARAI / AFP
Mais de 500 policiais e soldados morreram em ataques e atentados no Egito no último um ano e meio - FOTO: Foto: SHAH MARAI / AFP
Leitura:

Homens armados mataram nesta terça-feira dois policiais que realizavam uma ronda de vigilância em Minya, centro do Egito, anunciou o ministério do Interior.

Os dois policiais foram atacados durante a noite, disse à AFP Hani Abdel Latif, porta-voz do ministério do Interior.

Segundo um funcionário da segurança em Minya, os dois policiais protegiam uma igreja católica, mas Abdel Latif disse que o ataque ocorreu longe do local de culto.

Na província de Minya, 250 km ao sul do Cairo, foram registrados atos de violência contra a minoria copta desde a deposição do presidente islamita Mohamed Mursi, em 2013.

Mais de 500 policiais e soldados morreram em ataques e atentados no último um ano e meio.

A maioria dos ataques foram reivindicados por grupos jihadistas que dizem agir em represália pela violenta repressão após a queda de Mursi.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias