Paquistão

Nova manifestação no Paquistão contra a Charlie Hebdo

Os partidos islamitas convocaram manifestação novamente nesta sexta-feira, dia de oração, em todo o país

Da AFP
Da AFP
Publicado em 22/01/2015 às 10:57
Foto: A Majeed / AFP
Os partidos islamitas convocaram manifestação novamente nesta sexta-feira, dia de oração, em todo o país - FOTO: Foto: A Majeed / AFP
Leitura:

Milhares de pessoas se reuniram nesta quinta-feira na cidade paquistanesa de Karachi (sul) para denunciar a publicação na semana passada da charge de Maomé na revista francesa Charlie Hebdo, na maior manifestação no Paquistão desde o atentado contra essa publicação.

"Abaixo a Charlie Hebdo, abaixo as blasfêmias", gritaram os manifestantes convocados pela organização político-religiosa Sunni Tehreek, defensora dos direitos do movimento barelwis.

Se até agora se tratava de uma escola islamita oposta à mais conservadora dos deobandis (que alimenta o movimento talibã), nos últimos anos tem radicalizado sobre questões como a blasfêmia.

Desde a publicação do "número dos sobreviventes" do Charlie Hebdo após o atentado contra sua sede no último 7 de janeiro, que deixou 12 vítimas mortas, tem sido registrados protestos em várias cidades em um país que está prevista inclusive a pena de morte para quem insulte o profeta.

Os partidos islamitas convocaram manifestação novamente nesta sexta-feira, dia de oração, em todo o país.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias