ATENTADO

Hillary Clinton: ameaça terrorista é real, nossa determinação também

A candidata democrata insistiu em seu "plano global contra a natureza evolutiva desta ameaça"

AFP
AFP
Publicado em 19/09/2016 às 12:40
Foto: MARK WILSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP
A candidata democrata insistiu em seu "plano global contra a natureza evolutiva desta ameaça" - FOTO: Foto: MARK WILSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP
Leitura:

A ameaça terrorista é "real, nossa determinação também", declarou nesta segunda-feira (19) a candidata democrata à Casa Branca, Hillary Clinton, depois dos atentados cometidos no fim de semana em Nova York, Nova Jersey e Minnesota.

Isto exige esforços renovados no trabalho de inteligência, afirmou em um encontro com jornalistas, durante o qual também recordou que ela é a única candidata à presidência que "esteve associada a decisões difíceis", destinadas a eliminar terroristas.

Clinton insistiu em seu "plano global contra a natureza evolutiva desta ameaça".

Ao contrário de Donald Trump, que durante o fim de semana retomou o argumento do medo e do pulso firme, denunciando a candidata democrata de "demagoga", ela pediu aos americanos que não cedam ante o medo.

"Principalmente, digo aos americanos que permaneçam vigilantes, não tenham medo. Confrontamos ameaças no passado. Sei que enfrentaremos esse novo perigo cm a mesma coragem e a mesma decisão. Escolhemos a determinação, não o medo", afirmou ainda, insistindo na necessidade de "trabalhar estreitamente com nossos aliados e sócios" na luta antiterrorista.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias