PARIS

Reformas podem ter sido a causa do incêndio na Catedral de Notre-Dame

A possível causa do incêndio que atingiu o monumento nesta segunda-feira (15) foi apontada pelos bombeiros

Rute Arruda
Rute Arruda
Publicado em 15/04/2019 às 21:33
Foto: Pierre Galey/AFP
FOTO: Foto: Pierre Galey/AFP
Leitura:

O trágico incêndio que atingiu a emblemática Catedral de Notre-Dame, em Paris, nesta segunda-feira (15), pode ter sido causado pelas reformas que estão sendo realizadas no monumento. A possível causa foi apontada pelos bombeiros parisienses, que foram acionados para conter as chamas. Mas só uma profunda investigação dará certeza da causa da tragédia que destruiu aquele que é o monumento mais visitado em toda a Europa.

As pessoas que trabalham na reforma encerraram o expediente as 17h (12h no horário de Brasília) e, por volta das 18h50 local, as chamas começaram a destruir o majestoso símbolo francês. O chefe dos bombeiros de Paris, Jean-Claude Gallet, afirmou que "a estrutura principal da Notre-Dame foi salva e preservada".

Mais cedo, a Defesa Civil do país alertou que aviões não poderiam ser usados no combate ao fogo porque jogar água com as aeronaves poderia "resultar no colapso total da estrutura".

Macron

Em seu Twitter, o presidente da França, Emmanuel Macron, expressou tristeza após o início das chamas, que chocaram o mundo. "Notre-Dame de Paris em chamas. Emoção de uma nação inteira. Pensado para todos os católicos e para todos os franceses. Como todos os compatriotas, estou triste esta noite por ver esta parte de nós queimar", escreveu.

Foto: AFP
Um incêndio atingiu a catedral de Notre-Dame, em Paris, nesta segunda-feira (15) - Foto: AFP
Foto: AFP
Uma multidão de parisienses e turistas chocados, alguns chorando, outros rezando, olhavam com horror - Foto: AFP
Foto: AFP
As chamas devoraram a emblemática catedral de Notre-Dame, no centro de Paris - Foto: AFP
Foto: AFP
Todos viram, perplexos, o maior monumento visitado da Europa se destruir em meio ao fogo - Foto: AFP
Foto: AFP
As chamas começaram por volta das 19h50 local (14h50 no horário de Brasília - Foto: AFP
Foto: AFP
Rapidamente, vários bombeiros foram chamados para conter o incêndio - Foto: AFP
Foto: AFP
Bombeiros indicaram que uma reforma pode ter começado o incêndio - Foto: AFP
Foto: AFP
Mas ainda não há uma confirmação oficial. Só uma perícia no local dirá o que, de fato, aconteceu - Foto: AFP
Foto: AFP
A estrutura principal da Notre-Dame foi salva e preservada - Foto: AFP
Foto: AFP
Um dos profissionais ficou gravemente ferido e é a única vítima relatada - Foto: AFP
Foto: AFP
Muita coisa foi destruída no incêndio - Foto: AFP
Foto: AFP
A polícia tentava afastar transeuntes das duas ilhas do Sena - Foto: AFP
Foto: AFP
O vento espalhou, rapidamente, as cinzas pelo centro de Paris - Foto: AFP
Foto: Pierre Galey/AFP
De longe era possível ver toda a destruição - Foto: Pierre Galey/AFP
Foto: AFP
A comoção foi grande em todo lugar do planeta - Foto: AFP
Foto: AFP
Vários líderes mundiais se solidarizaram com a tragédia - Foto: AFP
Foto: AFP
A Catedral de Notre-Dame de Paris foi construída entre 1163 e 1245 na Île de la Cité - Foto: AFP
Foto: AFP
Ela é uma das catedrais góticas mais antigas do mundo - Foto: AFP
Foto: AFP
Apesar da destruição, o presidente francês garantiu: "vamos reconstruir a Notre-Dame" - Foto: AFP

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias