crise no oriente médio

Canadá diz ter pedido ao Irã "transparência total" sobre avião abatido

Justin Trudeau anunciou neste sábado que uma equipe de investigadores canadenses chegará nas próximas horas a Teerã

José Matheus Santos
José Matheus Santos
Publicado em 11/01/2020 às 16:12
Notícia
Foto: HECTOR RETAMAL / AFP
Justin Trudeau anunciou neste sábado que uma equipe de investigadores canadenses chegará nas próximas horas a Teerã - FOTO: Foto: HECTOR RETAMAL / AFP
Leitura:

O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, anunciou ter pedido ao presidente iraniano, Hasan Rohani, "transparência total" sobre o Boeing ucraniano abatido por um míssil iraniano, durante uma conversa telefônica neste sábado. 

"Nesta manhã falei com o presidente iraniano Rohani e lhe disse que a confissão do Irã era um passo importante para dar respostas às famílias, mas que outras medidas devem ser tomadas", disse Trudeau. 

"É necessária uma transparência total sobre as razões que provocaram uma tragédia tão horrível".

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, ainda anunciou que uma equipe de investigadores do país chegará nas próximas horas a Teerã a fim de "estar presente no terreno para dar apoio às famílias canadenses".

"Três vistos foram aprovados para os membros da equipe", que deve chegar às 16H00 (horário local), disse Trudeau. "Outros membros da equipe chegarão mais tarde", acrescentou.

Segundo o premiê, os "iranianos estão cooperando na entrega dos vistos".

Entenda o caso

Neste sábado (11), o Irã reconheceu que suas forças armadas "involuntariamente" derrubaram o avião ucraniano que caiu no início desta semana, matando todos os 176 a bordo, depois do governo do país ter negado repetidamente as acusações de que era responsável pela tragédia.

O avião foi abatido na última quarta-feira (08), horas após o Irã lançar um ataque contra duas bases militares que abrigavam tropas dos EUA no Iraque, em retaliação pelo assassinato do general Qassem Soleimani em um ataque aéreo americano em Bagdá. Ninguém foi ferido no ataque às bases. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias