ELEIÇÕES 2018

Diretório Nacional do PT mantém aliança com Paulo e volta a rifar Marília

Recurso de Marília Arraes foi rejeitado pelo diretório nacional do PT, que manteve aliança com Paulo Câmara

Paulo Veras
Paulo Veras
Publicado em 03/08/2018 às 18:46
Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
Recurso de Marília Arraes foi rejeitado pelo diretório nacional do PT, que manteve aliança com Paulo Câmara - FOTO: Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
Leitura:

O Diretório Nacional do PT voltou a aprovar, nesta sexta-feira (3), a aliança entre a sigla e o governador Paulo Câmara (PSB) nas eleições em Pernambuco. A decisão volta a rifar a candidatura ao governo da vereadora do Recife Marília Arraes (PT).

Marília pode escolher agora entre acatar a decisão do partido e possivelmente ser candidata a deputada federal ou recorrer à Convenção Nacional que ocorre neste sábado (4).

Marília já havia tido a candidatura retirada pela Executiva Nacional do PT na última quarta (1º). Nessa quinta (2), ela venceu com 230 votos o encontro de tática eleitoral do PT-PE, o que esperava dar força para seu recurso ao diretório.

O recurso, porém, foi derrotado por 57 votos a 29.

Com essa decisão, o senador Humberto Costa (PT) disputará a reeleição na chapa de Paulo Câmara, junto com Jarbas Vasconcelos (MDB). Luciana Santos (PCdoB) deve ser a vice.

Aliados prometem recorrer

A aliança entre o PT e o PSB busca enfraquecer a candidatura presidencial do ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT). Sem a aliança entre os socialistas e Ciro, o PT tem chance de manter a hegemonia no campo da centro-esquerda.

Além de Pernambuco, a aliança inclui outros estados como Minas Gerais, Paraíba, Amazonas e Amapá.

Aliados de Marília dizem que ela deve, sim, tentar recorrer mais uma vez ao encontro deste sábado. Eles explicam que ainda não há decisão tomada sobre a possibilidade de ela ir à Justiça.

"Vamos recorrer amanhã ao Encontro Nacional", anotou a deputada estadual Teresa Leitão (PT) no Twitter.

Últimas notícias