INVESTIGAÇÃO

Odebrecht pagou US$ 788 milhões de propina em 12 países, segundo EUA

Segundo o Departamento de Justiça do país o 'Departamento de Propinas' funcionou também para outras empresas

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 21/12/2016 às 17:06
Foto: Reprodução
Segundo o Departamento de Justiça do país o 'Departamento de Propinas' funcionou também para outras empresas - FOTO: Foto: Reprodução
Leitura:

A Odebrecht pagou aproximadamente US$ 788 milhões em propina, em 12 países, incluindo Brasil, Angola, Argentina, Colômbia, República Dominicana, Equador, Guatemala, México, Moçambique, Panamá, Peru e Venezuela. A informação consta em documento do Departamento de Justiça (DoJ) dos Estados Unidos, tornado público nesta quarta-feira (21) após o anúncio do acordo de leniência da Odebrecht e da Braskem com os Ministérios Públicos brasileiro, americano e suíço. O pagamento da propina é relativo a "mais de cem projetos". 

Em reais, o valor corresponde a R$ 2,6 bilhões na cotação atual.

O DoJ menciona que o Setor de Operações Estruturadas da empresa funcionou como um departamento de propina para a Odebrecht e empresas ligadas à empreiteira.

Benefícios

Com o pagamento dos US$ 788 milhões em propina, a empresa recebeu benefícios de aproximadamente US$ 3,336 bilhões, em contratos de obras públicas, segundo os americanos. No câmbio atual, o valor correponde a mais de R$ 11 bilhões.

 

 

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias