Recife

Em encontro com Bolsonaro, Governadora do RN cobra plano de execução para projetos da Sudene

Fátima Bezerra (PT) está no Recife para encontro de Fórum de Governadores com o presidente Jair Bolsonaro (PSL)

Anna Tenório
Anna Tenório
Publicado em 24/05/2019 às 10:42
Notícia
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Leitura:

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), que veio a Capital Pernambucana para participar do encontro dos governadores com o presidente Jair Bolsonaro, afirmou que falta um plano de execução para as obras previstas na Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). A reunião do conselho deliberativo da entidade acontece a portas fechadas na manhã desta sexta-feira (24).

 

 

“Uma das principais propostas que o Fórum dos governadores traz é destinar 30% do fundo Nacional de desenvolvimento para o Nordeste e para os Estados. Não adianta ter boas ideias, um plano bonito, sem financiamento, sem orçamento”, pontuou a governadora.

Encontro

O presidente se reuniu no Instituto Ricardo Brennand, complexo cultural da capital pernambucana, com 11 governadores. Todos da região estão presentes - Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. Além deles, também foram convidados os governadores de Minas Gerais e Espírito Santo, abrangendo parte do Sudene. Parlamentares nordestinos, que cobravam a ida do presidente à região, também foram chamados.

Foto: Divulgação/Prefeitura de Petrolina
Após participar da 25º reunião do Condel, em Brennand, Bolsonaro seguiu para Petrolina - Foto: Divulgação/Prefeitura de Petrolina
Foto: Divulgação/Prefeitura de Petrolina
O presidente recebeu presentes em Petrolina - Foto: Divulgação/Prefeitura de Petrolina
Foto: Divulgação
Multidão presente na primeira visita do presidente ao Nordeste desde que tomou posse - Foto: Divulgação
Foto: Marco Aurélio/Rádio Jornal
Agora, eleitores de Bolsonaro esperam pelo capitão reformado em Petrolina - Foto: Marco Aurélio/Rádio Jornal
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Em seu discurso, Bolsonaro afirmou que fará de tudo para ajudar o Nordeste - Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
O prefeito do Recife, Geraldo Julio, também estava presente - Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
- Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
- Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Começa a 25º reunião do Condel, no Instituto Ricardo Brennand - Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
No lado de fora do Instituto, manifestantes protestam contra a vinda de Bolsonaro ao Recife, - Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Reprodução/Twitter
Dos 11 governadores presentes, nove são do Nordeste - Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Marco Aurélio/ Rádio Jornal Petrolina
Em Petrolina, Bolsonaro entregou 472 apartamentos do Minha Casa, Minha Vida - Foto: Marco Aurélio/ Rádio Jornal Petrolina
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
- Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
- Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Princípio de tumulto com os manifestantes contra Bolsonaro - Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Cabo Alexandrino/CSC III
Chegada do presidente na Base Aérea do Recife, antes dele ir para Brennand - Foto: Cabo Alexandrino/CSC III
Foto: Cabo Alexandrino/CSC III
Chegada do presidente na Base Aérea do Recife, antes dele ir para Brennand - Foto: Cabo Alexandrino/CSC III
Foto: Cabo Alexandrino/CSC III
Chegada do presidente na Base Aérea do Recife, antes dele ir para Brennand - Foto: Cabo Alexandrino/CSC III
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Helicóptero com Bolsonaro chegando em Brennand, local em que acontecerá o evento com governadores - Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Enquanto isso, movimentação em frente ao Instituto Ricardo Brennand para a chegada de Bolsonaro - Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
- Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
- Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
- Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem

 

Na primeira entrevista após assumir o cargo, Bolsonaro disse que os governadores nordestinos não deveriam pedir dinheiro a ele. "Não venham pedir nada para mim, porque não sou presidente. O presidente está lá em Curitiba", disse ele, em referência ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Lava Jato. Bolsonaro, porém, argumentou que não abriria uma guerra política para não prejudicar os eleitores. "Não posso fazer uma guerra com governador do Nordeste atrapalhando a população. O homem mais sofrido do Brasil está na Região Nordeste. Vamos mergulhar para resolver muitos problemas do Nordeste."

A viagem de Bolsonaro foi precedida de encontros com esses governadores. Em uma reunião recente em Brasília, ministros palacianos apelaram por mais apoio à reforma da Previdência. Argumentaram que, apesar das diferenças políticas, não era mais tempo de "palanque". Os governadores disseram entender a necessidade da reforma, mas cobraram proteção aos pobres do Nordeste.

Com informações da repórter Renata Monteiro

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias