PROCESSO ADMINISTRATIVO

CNMP analisa pedido de afastamento de Deltan Dallagnol

Casos sob análise do Conselho Nacional do Ministério Público não tem relação com supostas mensagens vazadas

JC Online
JC Online
Publicado em 12/08/2019 às 13:48
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Casos sob análise do Conselho Nacional do Ministério Público não tem relação com supostas mensagens vazadas - FOTO: Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Leitura:

Uma reclamação feita pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL), em março deste ano, resultou na abertura de um processo administrativo contra o coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol. Segundo a Folha de S. Paulo, nesta terça-feira (13), o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) deve analisar o pedido de afastamento de Deltan.

Os casos sob análise do CNMP, que é o órgão responsável pela fiscalização disciplinar de promotores e procuradores de todo o país, são de publicações de Dallagnol em redes sociais e entrevistas e não tem relação com os vazamentos de supostas mensagens do Telegram obtidas pelo The Intercept. 

Na última quinta-feira (8), Renan Calheiros fez um aditamento com um novo pedido para que o CNMP afaste o procurador de suas funções. 

Publicações do The Intercept 

Apesar de o material sob análise do Conselho, neste momento, não estar relacionado aos supostos diálogos que vem sendo material de reportagens do The Intercept e outros veículos, até o início desta semana havia outras oito reclamações disciplinares em análise contra Dallagnol. Destas, seis chegaram depois das publicações das reportagens. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias