ONU

'Economia brasileira está reagindo a aparelhamento e corrupção', diz Bolsonaro

O presidente brasileiro abriu a 74ª Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 24/09/2019 às 12:24
Notícia
Foto: AFP
O presidente brasileiro abriu a 74ª Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na manhã desta terça-feira, 24, que a economia brasileira começa a reagir depois de anos de "aparelhamento e corrupção generalizada". "Concessões e privatizações já se fazem presentes hoje no Brasil", acrescentou, pontuando que o País está abrindo a economia e se integrando às cadeias globais de valor. As afirmações foram feitas em discurso de abertura da 74ª Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York.

Segundo ele, o Brasil está pronto para iniciar o processo de adesão à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento ou Econômico (OCDE). "Adotamos práticas elevadas, desde regulação financeira até proteção ambiental", citou, em referência aos critérios para ingressar na organização. O presidente disse que "não pode haver liberdade política sem que haja liberdade econômica" e defendeu o livre mercado.

Bolsonaro ainda mencionou, como conquistas de seu governo, o Tratado de Livre Comércio entre Mercosul e União Europeia, assinado em junho passado, e o acordo comercial entre o bloco sul-americano e a Associação Europeia de Livre Comércio (EFTA), formada por quatro países europeus (Suíça, Noruega, Islândia e Liechtenstein), firmado em agosto. "Pretendemos seguir adiante com outros acordos nos próximos meses", prometeu Bolsonaro.

Confira a íntegra do discurso

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias