novo presidente da Argentina

'Disse a ele que com Lula livre sopram novos ventos no Brasil', diz Fernández sobre conversa com Macron

Fernández também disse que conversou com o presidente francês sobre outros países da América Latina

Adige Silva
Adige Silva
Publicado em 09/11/2019 às 12:15
Notícia
Foto: AFP
Fernández também disse que conversou com o presidente francês sobre outros países da América Latina - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

O presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, teve uma conversa telefônica com o mandatário francês, Emmanuel Macron, na qual falou sobre a situação da América Latina, segundo ele mesmo afirmou neste sábado em uma reunião do Grupo de Puebla em Buenos Aires.

"Tive uma conversa esplêndida com Macron. Falamos do Lula, do Chile, da Bolívia, da Venezuela", disse Fernández, ao abrir a reunião do grupo de dirigentes progressistas latino-americanos.

"Senti que Macron me entendia. Disse a ele que com Lula livre sopram novos ventos no Brasil", indicou Fernández, em uma alusão aos atritos que o presidente francês teve com Jair Bolsonaro.

Fernández assumirá a presidência da Argentina em 10 de dezembro, com Cristina Kirchner como vice-presidente. O presidente eleito não disse se convidou Macron a sua posse.

Alberto Fernández e Cristina Kirchner comemoram soltura de Lula

O presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, comemorou a soltura do ex-presidente Lula. Ele disse ser comovente a "fortaleza de @LulaOficial" para enfrentar essa "perseguição" que, segundo ele, é a definição do "processo judicial arbitrário a que foi submetido". "Sua fortaleza demonstra não apenas o compromisso, mas também a imensidão desse homem", escreveu.

Já sua vice na chapa e ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner também foi ao Twitter comentar a liberdade do político aliado. "Cessa hoje uma das maiores aberrações da lei na América Latina: a privação ilegal da liberdade do ex-presidente da República Federativa do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva", escreveu.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias