Elogio

Bolsonaro elogia declaração do novo presidente da Fundação Palmares

Sérgio Camargo afirmou que não dará "suporte algum" ao Dia da Consciência Negra

Debora Bruna Oliveira
Debora Bruna Oliveira
Publicado em 11/12/2019 às 15:00
Notícia
Foto: MAURO PIMENTEL / AFP
Sérgio Camargo afirmou que não dará "suporte algum" ao Dia da Consciência Negra - Foto: MAURO PIMENTEL / AFP
Leitura:

O presidente Jair Bolsonaro elogiou, nesta quarta-feira (11), o novo presidente da Fundação Palmares, o jornalista Sérgio Camargo, que afirmou, nessa terça-feira (10), que não dará "suporte algum" ao Dia da Consciência Negra. "Excelente", disse Bolsonaro sobre Camargo. "Não vou entrar em detalhes que vocês deturpam tudo. Não tem essa história de branco, negro, todo mundo é igual. Ponto final", declarou o presidente. Bolsonaro voltou a afirmar que a "cultura é pra maioria". "Não para minoria", disse.

A nomeação de Camargo faz parte de uma série de mudanças feitas pelo governo desde que o dramaturgo Roberto Alvim assumiu a Secretaria Especial de Cultura. Alvim, Camargo e novos nomeados da Cultura se reuniram nesta terça com Bolsonaro no Palácio do Planalto.

As trocas na Cultura são alvos de críticas da classe artística e de movimentos sociais. Camargo já disse, nas redes sociais, que a escravidão foi benéfica e que o Brasil tem um "racismo nutella".

A Justiça Federal do Ceará suspendeu a nomeação do jornalista ao comando da Palmares. A Advocacia-Geral da União já apresentou recurso para reverter a decisão. Camargo disse que a decisão de afastá-lo é "absurda" e "política".

Educação

Bolsonaro fez ainda comparações sobre a posição no Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) de Brasil e China.

"Estão reclamando que a China está comprando muita carne nossa, né. Já viram como está a China na prova do Pisa? Em primeiro lugar. Quanto maior o Pisa, maior... ou melhor IDH. Mais consumo", disse Bolsonaro, em relação

A China, representada por quatro províncias, ficou em primeiro lugar dos rankings mundiais das três áreas avaliadas - Leitura, Matemática e Ciência. Nesta edição, o foco foi em Leitura. O Brasil está em 54º lugar em Leitura, principal área avaliada nesta edição, entre 79 países participantes.

"Nosso Pisa está onde? Lá embaixo. Em consequência, qual nosso futuro? Formando gente com esse grau de instrução?", questionou o presidente.

As declarações de Bolsonaro foram feitas em frente ao Palácio da Alvorada.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias