Eleições 2020

'Mendonça terá todo respaldo e apoio do DEM', afirma ACM Neto sobre candidatura à Prefeitura do Recife

Presidente do partido diz que Mendonça terá apoio caso decida se candidatar à Prefeitura do Recife

Ana Gabriela Lima
Ana Gabriela Lima
Publicado em 22/01/2020 às 10:45
Notícia
José Cruz/Agência Brasil
Presidente do partido diz que Mendonça terá apoio caso decida se candidatar à Prefeitura do Recife - José Cruz/Agência Brasil
Leitura:

Segundo o presidente do Democratas e prefeito de Salvador, ACM Neto, caso o ex-ministro Mendonça Filho decida se candidatar à Prefeitura do Recife, ele terá total apoio da sigla. "O nome dele, pela direção nacional do partido, se decidir disputar a prefeitura, terá todo o respaldo e apoio do Democratas nacional". Em entrevista à Rádio Jornal, nesta quarta-feira (22), ACM Neto comentou sobre a possibilidade de Mendonça concorrer nas eleições para prefeito no Recife e sobre o cenário atual.

Veja também: Igor Maciel: Salvador deveria ser exemplo para o Recife na atração de verbas privadas

Veja também: 'DEM servir de barriga de aluguel de Bolsonaro não vai acontecer', diz prefeito do partido

De acordo com ACM, ele vem conversando com Mendonça sobre o cenário político do Recife e afirma que, caso Mendonça opte por se candidatar, ele seria um dos "quadros mais qualificados e reuniria todas as condições para ser um grande prefeito". ACM também comentou que Mendonça ainda não decidiu sobre as eleições e que o momento atual seria de "reflexão e de conversa com outros partidos".

Mendonça faz críticas à gestão de Geraldo Julio

Em dezembro de 2019,  Mendonça Filho, rebateu as declarações feitas pelo prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), em entrevista concedida à Rádio Jornal, de que o Brasil virou uma fábrica de desigualdades com o presidente Bolsonaro. “O prefeito quer nacionalizar o discurso para esconder o fracasso de sua gestão, que transformou o Recife na capital do desemprego, levando a nossa cidade a parar no tempo e no espaço”, afirmou Mendonça, ressaltando que as maiores vítimas da desigualdade econômica e social foram os 14 milhões de desempregados deixados pelas desastrosas gestões do PT, aliado do PSB, na mais profunda recessão da história do Brasil.

Mendonça também criticou Geraldo Julio pelas 1.500 inaugurações projetadas para o ano de 2020. Para Mendonça, Geraldo não estaria pensando em fazer essas inaugurações para beneficiar o povo do Recife, mas para atender aos anseios eleitorais do seu partido.

“Esse anúncio é a consagração do propósito maior do prefeito Geraldo Julio, que é transformar a Prefeitura do Recife em um quartel general eleitoral do PSB. O projeto é eleger João Campos prefeito em 2020 e Geraldo Julio governador em 2022. No fim do ano passado, inclusive, o prefeito transformou o Compaz, que é um equipamento público, num espaço de lançamento da pré-candidatura de João Campos. Essas obras não estão voltadas para o benefício dos recifenses, mas para a perpetuação do PSB no poder”, cravou.

OUÇA A ENTREVISTA COM ACM NETO

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias