ELEIÇÕES MUNICIPAIS

PDT e DEM juntos em 2020 não garante aliança para 2022, explica ACM Neto

Mesmo em campos ideológicos distintos, o PDT e o DEM ensaiam alianças para as eleições municipais de 2020

Cássio Oliveira
Cássio Oliveira
Publicado em 22/01/2020 às 14:12
Notícia
Foto: Divulgação/DEM
Mesmo em campos ideológicos distintos, o PDT e o DEM ensaiam alianças para as eleições municipais de 2020 - Foto: Divulgação/DEM
Leitura:

Em lados opostos do espectro ideológico, PDT e DEM estão selando alianças para as eleições municipais de 2020 em pelo menos três capitais no Nordeste, principal reduto eleitoral do PT no País. Em entrevista à Rádio Jornal, nesta quarta-feira (22), o presidente do Democratas e prefeito de Salvador, ACM Neto, admitiu conversas com o presidente do PDT, Carlos Lupi, e com o ex-ministro Ciro Gomes, sobre alianças.

"O Democratas, hoje, é um partido que tem condições de conversas com várias correntes ideológicas do País, diria que da centro-esquerda até a direita temos dialogado com diversos partidos. O PDT é um deles. De fato, tive algumas conversas com o presidente Carlos Lupi e com o ex-ministro Ciro Gomes e, talvez, a gente consiga produzir alianças em algumas capitais. Estamos falando em torno da pré-candidatura do meu atual vice-prefeito, Bruno Reis, em Salvador. O PDT está trabalhando o nome do meu secretário de Saúde, que é deputado estadual Leonardo Prates e a ideia é que possamos fazer o trabalho conjunto. Estamos conversando também sobre São Luís do Maranhão e Fortaleza", explicou ACM.

>> Igor Maciel: Salvador deveria ser exemplo para o Recife na atração de verbas privadas

>> 'Mendonça terá todo respaldo e apoio do DEM', afirma ACM Neto sobre candidatura à Prefeitura do Recife

O prefeito de Salvador disse, ainda, que o diálogo pode acabar se estendendo para outras capitais brasileiras, mas colocou um freio sobre a possibilidade de alinhamento para 2022. "Estamos dialogando, o que não quer dizer que automaticamente haverá um alinhamento entre Democratas e PDT para o futuro. As alianças municipais de 2020 podem, ou não, significar algo a mais para o futuro, mas por enquanto o que está em discussão é a eleição municipal nessas principais capitais do Brasil", disse.

OUÇA A ENTREVISTA COM ACM NETO

Mendonça Filho no Recife

Há também a expectativa de que as parcerias possam se estender para outras capitais, como João Pessoa, Aracaju e Natal. Porém, sobre o Recife, o presidente do Democratas destacou que caso o ex-ministro Mendonça Filho (DEM) decida se candidatar à Prefeitura do Recife, ele terá total apoio da sigla. "O nome dele, pela direção nacional do partido, se decidir disputar a prefeitura, terá todo o respaldo e apoio do Democratas nacional".

Caso Mendonça Filho (DEM) decida se candidatar à Prefeitura do Recife, ele terá total apoio da sigla

explicou ACM Neto

 

ACM disse estar conversando com Mendonça sobre o cenário político do Recife e classificou o aliado como "um dos quadros mais qualificados e reuniria todas as condições para ser um grande prefeito". ACM também comentou que Mendonça ainda não decidiu sobre as eleições e que o momento atual seria de "reflexão e de conversa com outros partidos".

VEJA TAMBÉM:  ''Não quero roubar nada de Pernambuco'', diz prefeito de Salvador sobre novo Centro de Convenções

Mendonça é ferrenho opositor ao governo do PSB no Estado e na Prefeitura do Recife. Recentemente, inclusive, ele criticou Geraldo Julio pelas 1.500 inaugurações projetadas para o ano de 2020. Para Mendonça, o prefeito não estaria pensando em fazer essas inaugurações para beneficiar o povo do Recife, mas para atender aos anseios eleitorais do seu partido.

"Esse anúncio é a consagração do propósito maior do prefeito Geraldo Julio, que é transformar a Prefeitura do Recife em um quartel general eleitoral do PSB. O projeto é eleger João Campos prefeito em 2020 e Geraldo Julio governador em 2022", disse Mendonça.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias