Aliança pelo Brasil

Aliança pelo Brasil aposta em megaevento no Recife para catapultar partido de Bolsonaro

Aposta dos organizadores é recolher 2,5 mil assinaturas para ajudar na criação do partido Aliança pelo Brasil

Ana Gabriela Lima
Ana Gabriela Lima
Publicado em 31/01/2020 às 13:35
Notícia
Reprodução/Twitter
Aposta dos organizadores é recolher 2,5 mil assinaturas para ajudar na criação do partido Aliança pelo Brasil - FOTO: Reprodução/Twitter
Leitura:

O Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda, será a sede da II Reunião do Aliança Pelo Brasil, no Estado. O evento, que começa a partir das 14h, tem como objetivo principal o colhimento de assinaturas para a criação do partido, divulgação das diretrizes e apresentação das futuras ações da legenda.

>> Leia o manisfesto do Aliança pelo Brasil

"Tenho andando por Pernambuco e a receptividade para a criação do Aliança tem sido enorme; e, pensando nisso, buscamos um local que comportasse a todos com conforto e segurança", disse Coronel Meira, Coordenador Geral do Aliança Pelo Brasil em Pernambuco.

>> Em culto, pastor pede apoio ao 'Aliança', novo partido de Jair Bolsonaro

Na programação, está prevista uma live com Bolsonaro para saudar seus apoiadores. Na ocasião, serão distribuídas duas mil camisas do Aliança aos primeiros apoiadores presentes no evento. Nesta quarta-feira (29), a reportagem do Jornal do Commercio esteve em um dos pontos de coleta das assinaturas, em Piedade, Jaboatão dos Guararapes, e conversou com voluntários. O movimento de pessoas chegando no local para dar apoio ao Aliança pelo Brasil era grande.

O encontro receberá varias lideranças Estaduais e Nacionais, dentre eles, Karina Kufa (Advogada do Aliança), Sergio Lima (Marketing/Aliança), General Girão (Deputado Federal/RN), Gilson Machado Neto (Presidente Embratur), Sílvio Nascimento (Marketing/Embratur), Manoel Linhares (Presidente da ABIH), os Deputados Estaduais, Cabo Bebeto (AL), Cabo Gilberto (PB) e Delegado Cavalcante (CE), além do Coronel Meira (Coordenador do Aliança e Presidente do Instituto Dom Pedro II).

O Coronel Luiz Meira, responsável pela implantação do Aliança pelo Brasil em Pernambuco, ressaltou que o trabalho da coleta de assinaturas está indo bem e que cerca de 2500 pessoas de todo o Estado estarão no evento. "Vamos gerar essas fichas de apoiamento e os cartórios vão estar lá. Inclusive, ganhamos essa briga que estava acontecendo desde antes de ontem, que o juiz substituto negou a presença dos cartórios no evento, mas já conseguimos reverter. A primeira decisão saiu dizendo que não tem nenhum impedimento", ressaltou. 

>> Gilson Machado e coronel Meira assinam criação da Associação Aliança pelo Brasil de Pernambuco

Meira disse, ainda, que o evento de sábado vai contar com a presença do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em live. "Vamos selecionar 10 pessoas para fazer perguntas ao presidente e estamos muito otimistas. Já estamos perto de atingir a cota de 4600 apoiamentos em Pernambuco e com esse evento, se Deus quiser, vamos passar", comemorou. De acordo com ele, que também anunciou que os pontos de coleta de apoiamento estão acontecendo em toda a Região Metropolitana do Recife, o Aliança pelo Brasil precisa de 500 mil apoiamentos no país, a cota de cada Estado é feita dentro do coeficiente eleitoral. 

Como participar do evento

Para participar do evento, o apoiador deve se cadastrar através do site Sympla, de forma gratuita. A organização do evento solicitou que os apoiadores levem suas fichas preenchidas com "letras de forma" e "assinatura" reconhecida (por autenticidade) junto ao cartório.

"Em caso de dificuldade, informamos aos apoiadores que compareçam ao nosso evento (dia 1° de fevereiro), munidos com seu título de eleitor e documento oficial com foto para que os cartórios - presentes no evento, possam autenticar e validar cada ficha de Apoiamento.", explicou o Coronel Meira.

Assinaturas

Segundo a Folha de São Paulo, Jair Bolsonaro já tem 60% das assinaturas necessárias para fundar o partido. O número é elevado para o tempo de arrecadação de um mês, mas a avaliação é que será difícil validá-las a tempo de participar das eleições de 2020.

Após embate do partido do presidente Jair Bolsonaro com a Justiça do Estado para que o Aliança Pelo Brasil pudesse usar cartórios nos eventos para coletar as assinaturas necessárias no Recife para a composição do partido, foi emitido pela Associação dos Notários e Registradores de Pernambuco (Anoreg/PE), nesta quarta-feira (29), um parecer favorável à participação dos cartórios no evento da Aliança pelo Brasil em Pernambuco.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias