RECIFE

Aline Mariano vê como natural aliança com PSB

Vereadora negou o convite para participar da gestão, mas disse que o apoio não causaria surpresa

Jumariana Oliveira
Jumariana Oliveira
Publicado em 13/02/2015 às 8:30
JC Imagens
Vereadora negou o convite para participar da gestão, mas disse que o apoio não causaria surpresa - FOTO: JC Imagens
Leitura:

Cotada para assumir um espaço na gestão municipal, a vereadora Aline Mariano (PSDB) negou que tenha sido procurada pelo prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), para comandar uma nova secretaria no governo socialista. No entanto, Aline deu indicativos de que não seria contrária a uma possível aliança entre o PSB e PSDB no Recife, caso o prefeito procure o apoio da legenda adversária. A tucana destacou que os dois partidos são aliados em nível estadual e já faz parte da gestão socialista no governo de Paulo Câmara (PSB). 

“Não recebi convite, mas se houvesse para qualquer membro do partido eu iria avaliar com naturalidade. Não me causaria surpresa porque o partido já está no governo. Só existe um PSB aqui. Paulo Câmara foi apoiado pelo PSDB e Geraldo Julio foi um dos coordenadores de Aécio (Neves) na campanha presidencial”, disse a vereadora. 

Em nível estadual, o PSDB ocupa a Secretaria de Trabalho e Micro e Pequenas Empresas com Evandro Avelar e tem também a presidência da Junta Comercial de Pernambuco, que ficou com a ex-deputada estadual Terezinha Nunes. A legenda também está representada na pasta de Justiça e Direitos Humanos

Aline Mariano preferiu não falar sobre uma possível participação na gestão, mas nos bastidores a informação de que ela teria recebido um convite para integrar o governo municipal é dada como certa. Interlocutores da prefeitura admitem que estão tentando inserir a vereadora numa secretaria, que ainda será criada. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias