PRESIDENTE DO PMDB-PE

'Não vamos aceitar', diz Raul Henry sobre perder o comando do PMDB

A Justiça derrubou nessa quinta a liminar que impedia dissolução do PMDB pernambucano. A decisão oi uma vitória para FBC que quer assumir a legenda

Da Editoria de Política
Da Editoria de Política
Publicado em 12/01/2018 às 14:39
Foto: Felipe Jordão/JC Imagem
A Justiça derrubou nessa quinta a liminar que impedia dissolução do PMDB pernambucano. A decisão oi uma vitória para FBC que quer assumir a legenda - FOTO: Foto: Felipe Jordão/JC Imagem
Leitura:

O presidente do PMDB de Pernambuco, Raul Henry, disse que vai lutar contra a decisão que revogou parcialmente a liminar que suspendia o processo de dissolução do diretório estadual do partido pela Executiva Nacional da agremiação. A decisão foi uma vitória para o grupo do senador Fernando Bezerra Coelho que quer assumir o comando do partido no lugar de Raul e levar a legenda para oposição a Paulo Câmara (PSB) nas eleições deste ano.

“Nós mantemos nossa confiança na Justiça, estamos entrando com recurso hoje e mantemos a posição de que não há nenhum fundamento legal para fazer a dissolução do PMDB de Pernambuco”, comentou Raul Henry em entrevista ao JC. O recurso está sendo redigido pelo advogado do PMDB pernambucano, Carlos Neves, e deve ser entregue à Justiça na tarde desta sexta-feira (12). 

DECISÃO É VITÓRIA PARA FBC

A decisão foi do juiz José Alberto de Barros Freitas Filho, da 26ª Vara Cível da Capital. "Revogo parcialmente a tutela de urgência de natureza cautelar anteriormente deferida, no tocante à suspensão do processo de dissolução do Diretório Estadual do PMDB em Pernambuco e autorizo que o procedimento seja promovido pela Comissão Executiva Nacional, nos termos do Estatuto registrado no TSE", afirmou o magistrado na decisão.

Através de sua assessoria de imprensa, FBC limitou-se a dizer que o desejo da cúpula da legenda foi respeitada pela Justiça. "Respeita-se assim a decisão da Executiva Nacional do partido", cravou.

Últimas notícias