Protesto

Recifenses promovem ato contra degradação da Amazônia

A ação teve concentração em frente ao Ginásio Pernambucano, localizado na Rua da Aurora, no Centro do Recife

JC Online
JC Online
Publicado em 24/08/2019 às 17:19
Notícia
Foto: JC Imagem
A ação teve concentração em frente ao Ginásio Pernambucano, localizado na Rua da Aurora, no Centro do Recife - FOTO: Foto: JC Imagem
Leitura:

Com placas, faixas e carro de som, um grupo de manifestantes se reuniu, na tarde deste sábado (24), no Centro do Recife, para protestar contra as queimadas e desmatamento da Amazônia. A concentração o ocorreu em frente ao Ginásio Pernambucano, na Rua da Aurora, Bairro da Boa Vista. Entre os presentes, estudantes e algumas organizações políticas como PSOL e o Movimento Alternativa Socialista.

Os manifestantes cobraram medidas urgentes do governo brasileiro para intervir na degradação da floresta amazônica. A estudante do ensino médio Emily Rocha diz que "o governo precisa fazer algo em favor da Amazônia, pois não só o Brasil depende dela, mas também o mundo".

O estudante de geologia Gabriel Martins acrescentou que "não se pode cortar as verbas para a região, e também que é preciso combater com leis mais fortes as grilagens de terras e as queimadas que acontecem na floresta", disse.  

Além de combates mais efetivos, os manifestantes exigem que o governo brasileiro saia da inércia. "Existe desmatamento, queimadas, saqueamentos de reservas indígenas, e o governo não age", afirmou o estudante Paulo Ezequias Pinheiro. "Por isso estamos na rua. Para tentar chamar a atenção do presidente", completou. 

Ajuda dos EUA

Durante conversa realizada neste sábado(24), o presidente Bolsonaro não detalhou que tipo de ajuda os EUA podem dar ao Brasil, mas lembrou dos incêndios que ocorrem na Califórnia, causando uma catástrofe. "Com o poderio que os Estados Unidos têm, eles têm dificuldade de combater incêndio, imagina aqui". E ressaltou que se o Brasil precisar, terá ajuda americana.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias