2020

Em ano de eleição, Prefeitura do Recife projeta 1,5 mil inaugurações

Entre as inaugurações prioritárias, estão a nova Conde da Boa Vista, Hospital da Pessoa Idosa, Geraldão, Teatro do Parque e 200 km de rotas cicláveis

Editoria de Política
Editoria de Política
Publicado em 07/01/2020 às 17:29
Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR
Entre as inaugurações prioritárias, estão a nova Conde da Boa Vista, Hospital da Pessoa Idosa, Geraldão, Teatro do Parque e 200 km de rotas cicláveis - FOTO: Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR
Leitura:

atualizada às 07h05 de 8 de janeiro de 2020

Em seu último ano à frente da Prefeitura do Recife (PCR), o prefeito Geraldo Julio (PSB) anunciou que irá realizar mais de 1.500 inaugurações. O gestor esteve reunido com todo o secretariado nesta terça-feira (7) no Forte das Cinco Pontas, área central da cidade, para pactuar as intervenções prioritárias que serão entregues até o final do ano – em plena corrida eleitoral. Apesar de cravar que as ações são pertinentes às necessidades da população, em paralelo, caberá a Geraldo ser o responsável por conduzir o processo de sucessão, conforme afirmou o governador Paulo Câmara (PSB), no dia anterior, em entrevista a Rádio CBN Recife.

O caminho parece que já estar sendo trilhado, a exemplo da inauguração, no dia 26 de dezembro, do Compaz Miguel Arraes – equipamento tido com umas das principais marcas desta gestão. Geraldo Julio reforçou sua aposta no nome do deputado federal João Campos (PSB) em relação ao que ele irá realizar juntamente com a Frente Popular. “(Quero) registrar o trabalho que vem sendo feito em Brasília pelo deputado João Campos. O deputado João, que carrega a juventude como virtude e que vem fazendo um trabalho de muita qualidade e reconhecimento lá em Brasília. O futuro espera muito pelo trabalho que João há de fazer junto com toda a Frente Popular”, afirmou o socialista na ocasião.

Ao ser questionado se na reunião com o secretariado teria sido tratado o viés da sucessão e se o candidato será realmente João Campos, Geraldo afirmou que não falaria sobre as eleições. “Aqui, a pauta é totalmente sobre as entregas que a gente precisa fazer à população. Todas estão preparadas para acontecer esse ano. São 1.500 ao todo para atender a população nas várias áreas da cidade”, limitou-se a responder.

Veja as obras prioritárias:

- Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa
- Nova Conde da Boa Vista
- Compaz Dom Hélder Câmara
- Inauguração de três novas upinhas
- Ilumina Recife com 150 comunidades beneficiadas
- Pavimentação de 300 ruas
- 200 km de rotas cicláveis
- Reabertura do Ginásio Geraldão
- Reabertura Teatro do Parque
- 100% das salas de aulas climatizadas pelo Novo Clima

Com os novos 200 km de rotas cicláveis, a PCR totaliza a implantação de 200 km desde 2013, primeiro ano da gestão de Geraldo Julio. Para o prefeito, é natural que sejam feitas ações de infraestrutura e mobilidade. "Porque, por exemplo, as obras de morros em encostas, são centenas, pavimentação de ruas são outras centenas, então quando você olha numericamente você vê uma grande parte do investimento em infraestrutura, a gente está falando de uma cidade", disse o prefeito. 

Áreas

Veja as principais ações previstas para 2020 por área: 

Infraestrutura e mobilidade (1.397 ações)
- Obras de pavimentação e drenagem 
- Programa de recuperação de pontes, quadras, praças e áreas de lazer
- Obras em áreas de morro
- Construção de Habitacionais
- Requaliicação de Canais
- Novas Faixas Azuis
- Recuperação de calçadas com o Calçada Legal

Cidadania, cultura, meio ambiente, esportes, turismo e lazer (77 ações)
- Reforma e construção de novos equipamentos de Assistência Social
- Novos Espaços Pertencer, Econúcleos
- Abertura de novos espaços de lazer, como Parcão,
parques infantis acessíveis e skate parks

Educação (56 ações)
- Construção de novas Unidades Educacionais
- Construção de novos Laboratórias de Ciência e Tecnologia
- Requalificação de escolas e creches

Saúde (22 ações)
- UPA-E do Ibura
- Espaços Mãe Coruja Recife
- Requalificação de unidades de saúde, a exemplo de maternidades públicas municipais

Espera

A estrutura do Ginásio de Esportes Geraldo Magalhães, o Geraldão, no bairro da Imbiribeira, Zona Sul do Recife, passa por obras  de requalificação que se arrastam desde o ano de 2013. Na época, a Prefeitura anunciou que a reforma seria concluída em um ano e meio após a assinatura da ordem de serviço, em julho daquele ano.

Esse prazo foi descumprido diversas vezes e a PCR chegou a ser notificada pelo Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE), que acompanha as obras por meio de uma Auditoria Especial desde 2015.  

Em dezembro do ano passado, o novo placar do estádio foi testado. Na época, a secretária-executiva de Esportes do Recife, Yane Marques, garantiu que ele ficaria pronto neste ano. 

Já o Teatro do Parque foi fechado por problemas estruturais no ano de 2010, quando o prefeito era João da Costa (PT). Em 2013, passou por uma reforma de emergência. Em 2014, a Prefeitura autorizou a reforma, já na gestão de Geraldo Julio, após pressão da sociedade civil.

Após seis meses, a obra foi paralisada pela construtora, que alegou falta de repasses. A licitação foi suspensa em 2015 e com um novo certame, venceu a Multicon Engenharia. 

Em 2018 as obras foram retomadas, com previsão para encerrarem em novembro de 2019, o que acabou não acontecendo. Foi estabelecido um novo prazo para agosto de 2020. O custo final da obra está em R$ 8,1 milhões, acima do calculado inicialmente, de R$ 5,5 milhões. 

Últimas notícias