OPINIÃO

Os segredos para o "home office" e o que muda depois da quarentena

Mas como ser produtivo com os filhos em casa? Como estabelecer uma rotina? Como cumprir prazos? Confira na coluna Carreiras e Mercado de Trabalho

Felippe Pessoa
Felippe Pessoa
Publicado em 06/07/2020 às 6:00
PIXABAY
De inscrição gratuita, a ação busca proporcionar oportunidade de capacitação para o ingresso desses jovens no mercado de trabalho - FOTO: PIXABAY
Leitura:

Em tempos de pandemia fomos obrigados, repentinamente, a fechar os escritórios, as lojas e restaurantes. O contato com os clientes passou a ser virtual, por aplicativos de trocas de mensagens e redes sociais. As reuniões por videoconferência viraram rotina e a adaptação a esse novo modelo de trabalho teve que ser rápida e abrupta.

 

Mas como ser produtivo com os filhos em casa? Como estabelecer uma rotina? Como cumprir prazos? Uma pesquisa feita pelo Linkedin com dois mil profissionais apontou que 62% estão mais ansiosos e estressados do que antes e que 68% têm trabalhado pelo menos uma hora a mais por dia durante a quarentena.

A insegurança de permanecer no emprego, o receio em relação ao novo coronavírus e todas as incertezas e mudanças que estamos enfrentando acabaram estressando mais os profissionais, causa mais do que justificável para a dificuldade de aderir ao home office e ser realmente produtivo.

Por outro lado, a pesquisa mostrou que 58% dos entrevistados melhoraram a qualidade do seu tempo com a família e que 32% adotaram uma alimentação mais saudável trabalhando em casa.

Para a arquiteta Renata Paraíso, sócia da Poligonus Arquitetura, que tem uma rotina agitada e uma agenda cheia de reuniões e obras com os clientes e parceiros, ficar em casa com o marido e o pequeno Theo não foi fácil, mas teve gosto especial: “Segui a quarentena à risca, ao lado do meu marido e do meu filho. Como trabalhamos juntos conseguimos dar andamento aos projetos do escritório apesar de não ter sido nada fácil trabalhar, assistir aulas on-line, ter tempo de brincar e cuidar da casa. Esse tempo mais intenso com eles tem sido maravilhoso. A cozinha virou um novo hobby e temos nos divertido criando receitas e conhecendo coisas novas.”, disse Renata.

 

CORTESIA
A arquiteta Renata Paraíso e o filho Theo mais unidos pelo home office - CORTESIA

Mas se você teve dificuldades de se adaptar ao trabalho remoto, não se desespere, você não está sozinho. E se a dificuldade persiste, aqui vão algumas dicas para melhorar seu dia a dia:

  • Entenda seu ritmo

Cada um tem seu tempo; não se sinta pressionado pelo colega de trabalho ou pelo chefe. O momento pede calma e flexibilidade de todos. Negocie prazos, mantenha-se calmo e não desista.

  • Estabeleça uma rotina

Nada mais natural do que termos horários para nossas atividades; hora para acordar, chegar ao trabalho, almoçar, voltar para casa. Apesar de estar em casa, estabeleça sua rotina e seus horários de trabalho; faça uma programação das reuniões virtuais, das atividades com os filhos e dos momentos de lazer.

Organizar o dia, além de torná-lo mais produtivo, será mais tranquilo e prazeroso para você.

  • Tenha um local de trabalho

Mudar o ambiente de trabalho com frequência tornará seu dia mais caótico e atribulado. O ideal é eleger um cantinho da casa para trabalhar todos os dias e ser uma “filial” do seu ambiente formal de trabalho.

Um local com pouco barulho e interferências é ideal para se concentrar e trabalha com mais eficiência.

  • Evite distrações

Redes sociais, notícias da pandemia, chamadas com os amigos, atividades domésticas. Tudo isso são distrações compreensíveis quando trabalhamos em casa. Uma pausa no trabalho para interagir é essencial, mas tente controlar e estabelecer horários para isso. Você vai perceber o quanto sua produtividade vai melhorar.

  • Defina suas metas

Tenha metas desenhadas e se programe para as atividades do dia. Executar o que tem que ser feito torna seu dia mais produtivo e as chances de atingir seus resultados só aumentam.

  • Se relacione com seus colegas

Sabe aquele cafezinho na copa? E os almoços de sexta? É chato não poder interagir diretamente com nossos colegas de trabalho, mas não deixe de se relacionar com eles, seja por telefone ou videoconferência. As trocas de experiências são enriquecedoras e só fazem bem.

E o futuro, o que nos reserva? Nos próximos meses devemos perceber um aumento significativo do trabalho remoto, independente da área. Muitas empresas perceberam que é possível ter um custo mais baixo sem perder a qualidade nas entregas de seus funcionários.

Para Márcia Gonçalves, Diretora de Gente e Gestão da Foco Aluguel de Carros, o modelo híbrido deve ser a escolha de grande parte das empresas: “Com a pandemia, as empresas perceberam que é possível ter funcionários motivados e produtivos trabalhando em casa. Aqui na Foco, adotaremos o modelo híbrido no pós-pandemia com uma divisão da carga horária entre o escritório e o home office.”.

Apesar do momento difícil, a pandemia serviu para acelerar uma tendência que era tímida, especialmente nas empresas do Nordeste. Daqui pra frente o trabalho remoto fará parte das nossas vidas. É um caminho sem volta. E o segredo está na adaptação.

CORTESIA
A arquiteta Renata Paraíso e o filho Theo mais unidos pelo home office - FOTO:CORTESIA

Comentários

Últimas notícias