futuro

O planejamento financeiro eficaz

Planejar não quer dizer escrever o que vai acontecer, mas projetar os seus objetivos de acordo com as suas possibilidades

Leandro Trajano
Leandro Trajano
Publicado em 09/05/2021 às 18:00
Notícia
JC Imagem
Planejamento financeiro eficaz - FOTO: JC Imagem
Leitura:

A palavra planejamento é interessante. Para muitos, parece algo distante, complexo, impossível, mas se você parar pra pensar e dedicar um tempinho para colocar no papel, vai ver que não é nada desafiador. É uma forma de você procurar se antecipar em relação ao que deseja num futuro logo adiante, ou mesmo para o futuro mais distante.

Planejar não quer dizer escrever o que vai acontecer, mas projetar os seus objetivos de acordo com as suas possibilidades na linha do tempo. E não me refiro só a um planejamento financeiro, mas um planejamento familiar, profissional ou pessoal. Porém, vou focar no financeiro, vem comigo que vale a reflexão e construção, a fim de que você procure ter insights para se planejar da melhor forma possível.

O planejamento financeiro eficaz precisa ter flexibilidade, não pode ser algo tão rígido. Vamos analisar a partir de uma amostragem menor, o planejamento de um mês, pois o período de trinta dias já é o suficiente para terem ocorrências fora do planejado, de forma que muitas dessas não temos opção, por isso a flexibilidade é necessária e contribui com a fluidez das coisas.

É fundamental estarmos prontos para os REAIS IMPREVISTOS da vida, pois invariavelmente eles vão acontecer e, como você sabe, diante de um real imprevisto, não é nada agradável ter que fazer contas. Por isso, ter a flexibilidade, procurando estar pronto para tais imprevistos é prudente.

É necessário encarar as despesas sazonais de forma natural, pois, sim, elas virão. Me refiro a despesas como IPVA, IPTU, material escolar entre outras, que para muitas pessoas acontecem a cada ano, portanto não podem ser encaradas como uma surpresa ou atipicidade.

O planejamento financeiro eficaz deve te permitir viver intensamente o hoje, o presente, mas não como se fosse o último dia, não podemos ignorar o amanhã e tudo o que ele nos trará, por isso, o equilíbrio é fundamental.

Algo comum que observo é em relação às pessoas que vivem fora de suas possibilidades, portanto, viver a realidade num PADRÃO DE VIDA ADEQUADO é muito importante. Isto é, viver com menos do que ganha, de forma que construa reserva, poupe mês a mês, estando pronto para enfrentar as necessidades extras que surgirem, as adversidades e, claro, fazendo investimentos pensando no longo prazo.

A necessidade de se planejar é para nos levar a perceber que é possível viver tudo isso por Longo Prazo, ou seja, não adianta viver acima de suas possibilidades e ter como experimentar isso apenas nessa fase, tendo um futuro abaixo do que você vem se acostumando. Afinal, baixar o padrão e as possibilidades não é algo que ninguém deseja. Portanto, é muito mais prudente manter um padrão que seja possível para os dias de hoje e os de amanhã. É possível experienciar viagens e momentos pontuais que vão um pouco além, mas o padrão deve se manter adequado as suas condições.

Ressalto aqui algo mais em relação à flexibilidade, a importância de fazer ajustes sem QUEBRAR o seu plano central, isto é, aproveitar oportunidades que surgem ao longo do mês, sem sentir o peso de não ter planejado aquilo. Isso mesmo, dentro do planejamento é importante ter uma margem para o inesperado, para os imprevistos que a vida nos traz.

Foco e firmeza em construir a cada dia o presente e o futuro de forma CONSISTENTE! Ter a consciência de que eles andam lado a lado e o que viveremos daqui a dois ou três anos virá de acordo com aquilo que vivemos e plantamos hoje.

Abraço a até a próxima!

Comentários

Últimas notícias