COLUNA ENEM E EDUCAÇÃO

Entenda como é o remanejamento das vagas do SSA 3 da UPE

Listão dos aprovados foi divulgado nesta terça-feira (06). Quem não passou terá que esperar os remanejamentos. Primeira lista será publicada em 14 de maio

Margarida Azevedo
Margarida Azevedo
Publicado em 06/04/2021 às 17:05
Notícia
YACY RIBEIRO/ JC IMAGEM
Candidatos realizaram provas do SSA 3 em fevereiro deste ano - FOTO: YACY RIBEIRO/ JC IMAGEM
Leitura:

O listão dos aprovados no Sistema Seriado de Avaliação (SSA) 3, da Universidade de Pernambuco (UPE), foi divulgado na manhã desta terça-feira (06). Dos 9.645 candidatos que passaram do ponto de corte e que estavam, portanto, aptos para concorrer, 1.740 conquistaram vagas. Outros 7.905 não viram seus nomes entre os aprovados. Para esses, resta esperar pelos remanejamentos.

Na próxima terça-feira (13) a comissão do vestibular vai liberar a lista dos estudantes que poderão ser remanejados. Mas somente em 14 de maio sairá a primeira relação de remanejamento, uma vez que as matrículas dos aprovados será entre 20 e 23 de abril. No cronograma previsto no edital de matrícula há mais quatro remanejamentos. Porém só vão acontecer se houver vagas sobrando. O primeiro semestre letivo de 2021 da UPE começa em 13 de outubro.

Embora somente na próxima semana saia a lista dos remanejáveis, os candidatos podem acessar o seu resultado, individualmente, na página do processo seletivo. Ao colocar CPF, login e senha, o estudante confere suas notas por disciplina e sua posição no curso. Uma dúvida muito comum entre os vestibulandos é a seguinte (um exemplo): "A graduação que quero tem 25 vagas e a minha posição no curso é a 26ª. Significa que eu sou o primeiro da lista de remanejamento?".

"Não necessariamente. Classificamos todos os candidatos na ordem da maior para a menor média, sem separar entre concorrentes do sistema universal e do sistema de cotas", explica o presidente da comissão do vestibular e pró-reitor de graduação da UPE, Ernani Martins. A posição que aparece para o estudante, portanto, é a que ele ocupa no curso sem distinção do formato a que ele está concorrendo.

Quando acabar a matrícula, a comissão da UPE observa quantas vagas sobraram do sistema universal e quantas das cotas e faz uma nova classificação. Voltando ao exemplo do parágrafo anterior: esse candidato da 26ª posição tem que saber se a vaga que está ociosa é para o sistema universal ou para as cotas. E se ele se encaixa no perfil. Se sim, ele será o primeiro da lista de remanejamento.

A UPE destina 20% do total de vagas, 1.740, para cotistas. São 348 vagas destinadas a estudantes que tenham cursado integral, exclusiva e regularmente os anos finais do ensino fundamental (6º ao 9º ano) e todo o ensino médio em escolas da rede pública estadual ou municipal.

Comentários

Últimas da Coluna

Últimas notícias