COLUNA ENEM E EDUCAÇÃO

Suspensão de aulas presenciais será discutida em assembleia de professores das escolas privadas de Pernambuco

Diante dos aumento de casos de covid-19, categoria reivindica que donos de escolas suspendam aulas presenciais. Assembleia será na tarde desta quinta-feira (13)

Margarida Azevedo
Margarida Azevedo
Publicado em 12/05/2021 às 19:38
Notícia
YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Escolas privadas retomaram aulas presenciais, por etapas, em 5 de abril - FOTO: YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

A suspensão das aulas presenciais em Pernambuco, por causa da pandemia de covid-19, é uma das reivindicações dos professores de escolas particulares. O assunto será discutido nesta quinta-feira (13), durante assembleia virtual, a partir das 13h. A categoria está preocupada com o aumento de casos da doença. Há vários relatos de docentes e alunos infectados, o que tem provocado a interrupção temporária de aulas nos colégios, como manda o protocolo sanitário elaborado pelo governo estadual. Mas oficialmente as unidades de ensino não assumem para imprensa esses casos.

O registro mais recente foi do professor de matemática Clóvis Pinheiro dos Santos Júnior, ocorrido na madrugada desta quarta-feira (12), vítima do coronavírus. Ele lecionava no Colégio Marista São Luís, localizado nas Graças, Zona Norte do Recife, e no Decisão que fica no Janga, em Paulista, no Grande Recife.

Segundo um comunicado enviado pela direção do São Luís às famílias, Clóvis "retornou do período de suspensão das atividades presenciais e, no dia 19 de abril começou a sentir alguns sintomas afastando-se das suas atividades e sendo hospitalizado, nesse mesmo dia, onde permaneceu até a madrugada do dia de hoje, 12 de maio", explicou a escola, que em solidariedade aos colegas e alunos do professor decidiu suspender as aulas das turmas do pré-médio e 1º ano do ensino médio nestas quarta e quinta-feira (13).

PAUTA

"A assembleia vai tratar da nossa campanha salarial pois nossa data base é 1º de abril. Além de questões econômicas, reivindicamos a regulamentação do trabalho remoto e a defesa da vida, com a suspensão das aulas presenciais. Reafirmamos que é um equívoco manter as escolas abertas neste momento da pandemia", afirma o presidente do Sindicato dos Professores de Pernambuco (Sinpro), Helmilton Beserra.

"Diariamente chegam ao sindicato relatos de casos de pessoas ligadas às escolas e infectadas pela covid-19. Mantemos fiscalizações, mas nem sempre conseguimos entrar nas escolas. Fazemos as denúncias à comissão da Secretaria Estadual de Educação formada para acompanhar esse assunto", destaca Helmilton.

A rede privada de ensino de Pernambuco, tem, conforme a Secretaria de Educação, 462 mil alunos, 2.347 escolas e 30.130 professores.

SÓ REMOTO

O Colégio Ideia, que mantem unidades na Madalena, Zona Oeste do Recife, e em Aldeia, Camaragibe, optou por suspender as atividades presenciais, desde a última segunda-feira (10), até 21 de maio (14 dias), atendendo a uma sugestão do Conselho Estadual de Saúde, que recomendou ao governo estadual a imediata suspensão das aulas nos estabelecimentos de ensino de Pernambuco. A escola tem 194 alunos.

"Diante do aumento de casos de covid-19 no estado de Pernambuco, que ontem (quinta, dia 6), teve o maior número registrado desde o início da pandemia (mais de 3 mil casos), e a partir da nota nº05 do Conselho Estadual de Saúde de Pernambuco, divulgada em 05.05.2021, nós do Colégio Ideia, pensando no bem estar de toda nossa comunidade (estudantes, familiares, professores, coordenadoras e funcionários administrativos), bem como em colaborar para uma redução da circulação de pessoas, com intuito de reduzir a transmissão e controlar a pandemia, conforme recomendação da comunidade científica, decidimos suspender as nossas atividades presenciais a partir da próxima semana", diz um trecho do comunicado enviado para as famílias dos alunos na sexta-feira passada (dia 07);

"Para tal decisão, levamos em conta também que nessas três últimas semanas fomos comunicados que algumas famílias, alguns dos nossos estudantes e professores foram acometidos pela covid-19, e, como a maioria dos estudantes é assintomática, tornando-os mensageiros em potencial para seus familiares e toda a comunidade escolar, resolvemos seguir as orientações do CES/PE, acreditando que assim estaremos buscando a maior segurança sanitária de todos, pois o que mais importa nesse momento são as vidas das pessoas", complementou a direção do Colégio Ideia.

REDE ESTADUAL

Os professores da rede estadual estão em greve desde 19 de abril por serem contrários às aulas presenciais. Eles mantêm as atividades remotas. Por causa da paralisação, que tem pouca adesão, o governo estadual suspendeu as negociações que mantinha com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sintepe). Na próxima segunda-feira (17), a direção do sindicato terá uma reunião com o Ministério Público Estadual para tratar do assunto.

NÚMEROS DA COVID-19

A Secretaria Estadual de Saúde registrou, nesta quarta-feira (12), 2.426 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 116 (5%) são de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 2.310 (95%) leves. Agora, Pernambuco totaliza 431.613 casos confirmados da doença, sendo 41.948 graves e 389.665 leves.

Também foram contabilizados 80 óbitos, ocorridos entre 26 de dezembro de 2020 e 11 de maio. Com isso, o Estado soma 14.719 mortes provocadas pela doença.

Comentários

Últimas notícias