PANDEMIA

"Vamos intensificar a fiscalização e promover a vacinação nas escolas", diz André Longo sobre retorno às aulas em Pernambuco

O posicionamento dado em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (27) foi em resposta à combinação da alta de casos de covid-19 no Estado e à ainda baixa cobertura vacinal infantil

Katarina Moraes
Katarina Moraes
Publicado em 27/01/2022 às 14:34
FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
A volta as aulas acontece na próxima terça-feira, dia 1º de fevereiro, nas escolas privadas. Já na rede estadual o início está previsto para a quinta-feira, 3 de fevereiro - FOTO: FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Leitura:

A poucos dias do início do ano letivo, o secretário estadual de Saúde, André Longo, afirmou considerar que, dento do contexto pandêmico, o ambiente escolar é mais seguro que outros, e se comprometeu a intensificar a fiscalização dos protocolos nas instituições de ensino de Pernambuco. O posicionamento foi em resposta à combinação da alta de casos de covid-19 no Estado e à ainda baixa cobertura vacinal infantil.

O chefe da pasta também informou que trabalhará junto à Secretaria de Educação para tornar a escola um ambiente promotor e sensibilizador da vacinação entre as crianças e adolescentes, "para que as crianças estejam 100% vacinados e isso dê uma segurança maior para um retorno presencial".

A volta as aulas acontece na próxima terça-feira, dia 1º de fevereiro, nas escolas privadas. Já na rede estadual o início está previsto para a quinta-feira, 3 de fevereiro.

A orientação da SES-PE é de que as escolas continuem atentas às medidas de proteção e prevenção com água e sabão para higienização das mãos, dispenser com álcool em gel 70% e uso obrigatório de máscara para todos no ambiente escolar, além de promover o ensino de forma presencial e remota.

"Isso faz com que não estejam 100% das crianças, porque muitos responsáveis preferem não levá-los”, concluiu. Ainda, Longo pediu para que os alunos não fossem à escola caso alguém de sua casa esteja com sintomas gripais.

A Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco (SEE/PE) não exige a apresentação do comprovante de vacinação de Covid-19 para os estudantes para acesso e permanência na instituição de ensino. Há uma semana, a Federação Nacional das Escolas Particulares (Fenep) orientou que o mesmo fosse feito nas escolas privadas.

Plano de convivência prorrogado

Também foi anunciada na coletiva de imprensa a prorrogação de regras no plano de convivência com a covid-19 em Pernambuco até o dia 15 de fevereiro, com foco em serviços onde a retirada da máscara é recorrente. O adiamento leva em consideração a alta dos indicadores do coronavírus, com aumento em taxa de confirmação para a doença. Atualmente a positividade geral está em 37%.

Pelo protocolo, nos serviços de alimentação, permanece a exigência do passaporte vacinal com duas doses ou dose única para pessoas até os 54 anos de idade e, a partir dos 55, também o reforço. A quantidade de pessoas por mesa não pode passar de 20. A medida é válida para restaurantes, bares e lanchonetes, inclusive de shoppings e centros comerciais.

Nos cinemas, teatros e museus, a regra do passaporte vacinal continua também sendo a mesma dos serviços de alimentação. Também deve ser respeitado o distanciamento de 1 metro entre pessoas que não sejam do mesmo núcleo familiar. Caso haja mais de 300 pessoas no ambiente, é exigida a apresentação de um teste negativo para covid-19, sendo com 24 horas de antecedência para exames de antígeno e de 72 horas para exames de RT-PCR.

Para eventos, permanece a redução no público permitido. O limite é de até 3 mil pessoas em locais abertos, de 1 mil em espaços fechados ou 50% da capacidade do local, valendo o que for menor. Além da comprovação vacinal com duas doses ou dose única para quem tem até 54 anos e o reforço para quem tem a partir de 55 anos, é necessário apresentar o teste negativo para a covid-19 para eventos com mais de 300 pessoas.

O adiamento leva em consideração a alta dos indicadores do coronavírus, com aumento em taxa de confirmação para a doença. Atualmente a positividade geral está em 37%.

Comentários

Últimas notícias