CONVENÇÃO PSB

Após convenção do PSB, Teresa Leitão ataca adversários, confira

Teresa também fez críticas ao Governo de Jair Bolsonaro (PL) relatando que o presidente "atacou a educação, a ciência e a pesquisa".

Cynara Maíra
Cadastrado por
Cynara Maíra
Publicado em 06/08/2022 às 12:55
Reprodução
Discurso de Teresa Leitão teve alfinetada a chapas que usam imagem de Lula - FOTO: Reprodução
Leitura:

Após a convenção do PSB desta sexta-feira (5), houve a oficialização da Frente Popular de Pernambuco com Danilo Cabral (PSB) como candidato ao Governo do Estado e Teresa Leitão (PT) como candidata ao Senado. O grupo que forma a Frente Popular do Estado é composto pelos partidos PSB, PT, PC do B, MDB, Republicanos, PDT, PP, PV e Pros. 

Confira falas de Teresa Leitão na Convenção do PSB

Durante a Convenção do PSB que oficializou Danilo Cabral como candidato, a candidata ao Senado pelo PT, Teresa Leitão fez discurso em que reforçava apoio de Lula a Danilo. Essa fala possui relação com as táticas de Marília Arraes (Solidariedade) em se vincular com a imagem do ex-presidente em sua campanha para o Governo de Pernambuco.  

Teresa também fez críticas ao Governo de Jair Bolsonaro (PL) relatando que o presidente "atacou a educação, a ciência e a pesquisa". 

Sobre seus adversários políticos, a candidata ao Senado falou que "a reação manifestada por um dos nossos adversáriosdemonstra que estamos incomodando. E vamos incomodar mesmo, porque nós estamos sendo atacados por todos os palanques. Vamos seguir nosso posicionamento, fazendo uma campanha propositiva, com muita alegria, muita determinação, mas sem levar tanto desaforo para casa”. 

Fala de Teresa ocorre após críticas de Anderson Ferreira

Ainda durante a convenção do PSB, o candidato ao Governo do Estado pelo Partido Liberal, Anderson Ferreira (PL), criticou as falas negativas sobre o presidente Jair Bolsonaro e relatou que a festa do PSB seria a da derrota

Anderson ainda relatou que " O discurso de Danilo Cabral e do PSB puxa Pernambuco ainda mais para baixo" e que "Conseguiram chamar o presidente de tudo, menos de ladrão”. 

Comentários

Últimas notícias