FRENTE POPULAR

Convenção da Frente Popular confirma chapa com Danilo Cabral, Luciana Santos e Teresa Leitão

Convenção da Frente Popular foi realizada nesta sexta-feira e mostrou vídeos de Lula em apoio a Danilo

Rodrigo Fernandes
Cadastrado por
Rodrigo Fernandes
Publicado em 05/08/2022 às 20:14 | Atualizado em 05/08/2022 às 23:58
Reprodução
Danilo Cabral durante convenção da Frente Popular - FOTO: Reprodução
Leitura:

A Frente Popular de Pernambuco oficializou a candidatura de Danilo Cabral (PSB) ao Governo de Pernambuco nas Eleições 2022. A confirmação foi feita em convenção realizada nesta sexta-feira (5), no Clube Português do Recife.

No evento, também foram confirmadas as candidaturas de Luciana Santos (PCdoB) a vice-governadora, cargo que já ocupa atualmente no governo Paulo Câmara, e de Teresa Leitão, do Partido dos Trabalhadores, ao Senado.

Estiveram presentes lideranças e militância de vários municípios do estado, integrantes dos nove partidos que compõem a Frente Popular: PSB, PT, PCdoB, MDB, Republicanos, PDT, PP, PV e Pros.

Durante todo o evento, vídeos exibidos nos intervalos dos discursos mostravam falas do ex-presidente Lula (PT) em apoio a Danilo. Muitas das imagens foram feitas durante a visita do petista ao estado, em julho.

Guga Matos/JC Imagem
Convenção da Frente Popular foi programada para ocorrer no Clube Português - Guga Matos/JC Imagem

Luciana Santos atacou Bolsonaro

Aos gritos de “Vai avançar, a unidade popular”, a candidata a vice-governadora Luciana Santos, do PCdoB, começou seu discurso na convenção.

“Estamos mais uma vez na Frente Popular, essa aliança histórica que temos desde a época de Pelópidas, Arraes e Eduardo Campos”, disse ela, emendando um elogio a Paulo Câmara, assim como fizeram vários outros apoiadores durante o evento.

“Me honra muito ser a governadora de Paulo Câmara. Ele é o governador que assumiu o governo nos piores momentos da história do pais, crise política, instabilidade, crise econômica. Apesar da perseguição de Bolsonaro, está cumprindo a altivez dos pernambucanos”, falou Luciana, que também criticou o presidente Bolsonaro.

“É preciso apagar essa página nefasta de um presidente que é o maior entreguista da nossa riqueza, da nossa nação, responsável pela pior inflação dos últimos 21 anos. Bolsonaro não se cria em Pernambuco, está com os dias contados”, concluiu.

Indiretamente, Teresa Leitão alfineta Marília Arraes

A candidata ao Senado Teresa Leitão aproveitou o seu discurso para alfinetar candidaturas que usam a imagem de Lula. Sem citar o nome de Marília Arraes, ela apontou o dedo para essas chapas.

Reprodução
Discurso de Teresa Leitão teve alfinetada a chapas que usam imagem de Lula - Reprodução

"É muito bom e todo mundo quer ser chamado do candidato de Lula, mas este daqui [Danilo Cabral] foi fruto de uma negociação política. Fruto de uma aliança que traz para Pernambuco, dentre todos os candidatos que estão postos neste debate, o melhor candidato a assumir o Palácio do Campo das Princesas. Não tenham dúvidas disso", disse.

"Aqui está o verdadeiro time de Lula. O time em que Lula confia. O palanque que apoia Lula que é apoiado por ele. Me desculpe qualquer um que se sinta ofendido por isso", continuou.

Danilo Cabral citou Eduardo Campos

O candidato ao governo Danilo Cabral começou seu discurso citando Eduardo Campos e lembrando as vitórias da Frente Popular no estado.

"Passa um filme na minha cabeça da caminhada que temos aqui, que começou aqui e não terminou aqui. Temos uma história que a gente representa. Esse [a Frente Popular] é o time mais vitorioso de Pernambuco. Isso vem lá de trás, com Arraes, Pelópidas, Jarbas Vasconcelos, Eduardo Campos, Paulo, meu grande amigo Geraldo Júlio, de João Campos. É esse o time que mais ganhou eleições", afirmou.

Danilo também elogiou a gestão de João Campos, filho de Eduardo e presente na convenção, à frente da Prefeitura do Recife.

“É uma alegria ver você, João, prefeito. Sofreu muitos preconceitos pela sua idade, chegaram a falar que você não teria tamanho para cumprir essa responsabilidade, e vem dando um show na prefeitura”, disse Danilo. 

Divulgação
Danilo Cabral e a candidata a deputada federal Vivi Farias na convenção da Frente Popular - Divulgação

Em seguida, Danilo agradeceu a escolha do seu nome por parte da coligação para disputar o governo de Pernambuco.

“Vou usar muito essa palavra: ‘confiança’. Quero agradecer a confiança da Frente Popular. Sei da responsabilidade que tenho neste momento. Recebi a confiança de Eduardo para minha primeira função pública. Eu, com 18 anos, Eduardo me chamou para trabalhar com Arraes”, lembrou.

Danilo também reafirmou o apoio de Lula. "O PT e o PSB fizeram essa aliança porque o povo brasileiro tem saudade de Lula, aquele que foi o maior presidente da história do país. Lula mudou a vida do brasileiro", discursou, aproveitando para falar sobre o fato de permanecer em baixas posições nas recentes pesquisas eleitorais.

"Ainda não estamos nas frentes nas pesquisas, mas vamos estar. Mas vocês perceberam que somos os mais atacados por eles? Sabe por quê? Eles nos conhecem. Sabem da nossa capacidade, sabem que é o melhor time, que esse time tá entrosado".

Paulo Câmara foi exaltado

Durante toda a convenção, apoiadores aproveitaram o palanque para exaltar a figura do governador Paulo Câmara. Candidatos, deputados e militantes fizeram questão de elogiar a gestão dele à frente de Pernambuco.

 

Reprodução
Paulo Câmara discursa na convenção da Frente Popular ao lado de Danilo Cabral - Reprodução

"O senhor nos honra, governador, o senhor honra a todos os pernambucanos”, discursou o presidente da Alepe, Eriberto Medeiros. Já o deputado federal Wolney Queirozclassificou Paulo Câmara como sucessor de Eduardo Campos.

Paulo Câmara discursou falando sobre os trabalhos da sua gestão. "Nossos adversários vão querer desqualificar o nosso trabalho, mas a verdade sempre prevalecerá", afirmou.

Comentários

Últimas notícias