moradia

Sem agenda para o Recife, Lula envia ministro para entregar habitacionais Encanta Moça ao lado de João Campos

Presidente Lula era aguardado para cerimônia de entrega dos apartamentos; ministro das Cidades será enviado para participar

Imagem do autor
Cadastrado por

Rodrigo Fernandes

Publicado em 19/12/2023 às 9:46 | Atualizado em 19/12/2023 às 9:52
Notícia
X

O presidente Lula (PT) não vem ao Recife para participar da entrega dos habitacionais do Encanta Moça, no Pina, na Zona Sul da capital.

A vinda do petista para a solenidade era esperada na segunda-feira (11), o que não ocorreu.

Para compensar, Lula escalou o ministro das Cidades, Jader Filho, para acompanhar o prefeito João Campos no evento, marcado para a próxima quinta-feira (21).

Ao todo, serão entregues 600 unidades dos habitacionais Encanta Moça 1 e 2. Os apartamentos são contemplados pelo programa Casa Minha Vida e beneficiarão famílias que viviam em locais de vulnerabilidade - a maior parte delas, em palafitas.

Na última segunda-feira, João Campos esteve no local para fazer uma última vistoria.

"Dessas 600 unidades, mais de 500 são de famílias que estavam em palafita. Além disso, nós também estamos construindo, aqui, neste momento, um novo Compaz, uma nova creche, uma nova unidade de saúde e o maior parque urbano do Recife. Tudo isso, obra da Prefeitura, e aqui nos habitacionais, uma parceria com o Governo Federal, onde 600 famílias receberão a moradia digna e poderão ter ainda mais motivos para celebrar um feliz ano novo”, disse o prefeito João Campos.

RODOLFO LOPERT/PCR
Habitacionais do Encanta Moça contabilizam 600 apartamentos - RODOLFO LOPERT/PCR

As chaves dos habitacionais Encanta Moça 1 e 2 serão entregues a famílias previamente cadastradas das palafitas do Rio Pina; outras que hoje ocupam áreas não edificáveis na região beneficiada pelo projeto de urbanização; além das que foram afetadas pela construção da Via Mangue.

Após o cadastro feito pelas equipes da Prefeitura, a Caixa Econômica Federal avaliou o perfil das famílias para confirmar que elas se encaixam nos critérios do programa Minha Casa Minha Vida.

O sorteio das famílias já foi realizado e nenhuma delas precisará pagar pelo direito de ocupar os apartamentos. Os últimos títulos de propriedade serão entregues nesta terça-feira (19).

“A Prefeitura vai pagar as contrapartidas que seriam oferecidas às famílias. Com isso, pagamos mais de R$ 1,5 milhão, garantindo que as famílias possam viver em suas casas, sem precisar pagar um valor alto por isso. Estou feliz em ver mais de 500 famílias que estavam vivendo em palafitas sendo realocadas para um apartamento de alta qualidade, com uma construção digna. É com trabalho árduo e cooperação que as coisas acontecem”, explicou João Campos durante a visita nesta segunda-feira (18).

Desapropriação

Os habitacionais ficam às margens da Via Mangue. Cada um tem 300 unidades divididas em 7 blocos de 40 e um de 20. Os 600 apartamentos têm área de 44,5m2, com sala, dois quartos, banheiro, cozinha e área de serviço. Os moradores contarão também com parque infantil e área de lazer.

DIEGO NIGRO/PCR
Terreno onde está os habitacionais do Encanta Moça ainda é alvo de entrave no Ministério Público - DIEGO NIGRO/PCR

O terreno foi desapropriado pelo Governo do Estado em 2013, na gestão do ex-governador Eduardo Campos, e, posteriormente, cedido ao município do Recife, que doou ao Governo Federal.

O investimento total da Prefeitura na região do Pina é de R$ 223,2 milhões, beneficiando mais de 170 mil pessoas. Além da localização estratégica, os habitacionais estão próximos a outros importantes projetos municipais em construção, como o Parque Eduardo Campos, que será o maior da cidade; o Compaz do Pina; a Upinha 24h; e a Creche-Escola Arthur Lula da Silva. Junto com a urbanização das margens do Rio Pina, o conjunto de investimentos vai mudar completamente a cara da região, garantindo cidadania e qualidade de vida para os moradores.

Tags

Autor