Cenário econômico em Pernambuco, no Brasil e no Mundo, por Fernando Castilho

JC Negócios

Por Fernando Castilho
castilho@jc.com.br

Informação e análise econômica, negócios e mercados

Coluna JC Negócios

Ao lado de Paulo Câmara, Fernandha Batista já anunciou obras de R$ 1,5 bilhão, com R$ 100 milhões na triplicação da BR-232

Programa Caminhos de Pernambuco tem previsão de investir mais de R$ 600 milhões em novos trechos de estradas no Estado

Fernando Castilho
Cadastrado por
Fernando Castilho
Publicado em 29/10/2021 às 10:50 | Atualizado em 29/10/2021 às 11:23
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Os transtornos, entretanto, devem acontecer porque são quase 70 mil veículos circulando no trecho de 6,8 km diariamente e que já lidam com um tráfego saturado - FOTO: FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

O governador Paulo Câmara decidiu não esperar as negociações da bancada para obter recursos da União para a restauração da BR-232, de modo que a obra incluísse a triplicação da rodovia na obra da saída em direção às cidades do Agreste.

Paulo está assinando, hoje, um cheque de R$ 100 milhões para começar a fazer a obra do projeto do trecho que dá acesso à Região Metropolitana do Recife. O serviço vai ser feito com dinheiro do Estado. Anúncio do lançamento do edital e da contratação das obras prevê investimento saindo apenas do caixa do Governo de Pernambuco.

A Prefeitura do Recife entrou com os projetos de paisagismo, licenciamento e demais obras complementares da obra, que deve ser concluída em um ano, num ritmo forte de mobilização, cumprindo promessa de Paulo Câmara a João Campos.

Esse é um gargalo que vem prejudicando muito o acesso à BR-232, com longas filas, especialmente nos fins de semana prolongados. O Estado não só vai licitar, como cuidar da obra, que receberá uma série de equipamentos de apoio, já que ela corta um trecho urbano muito adensado. Havia uma expectativa de que fossem alocadas verbas federais, mas o governador quer entregar o serviço no começo de novembro próximo.

De acordo com a secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista, o Governo de Pernambuco já contemplou dois mil quilômetros de requalificação de rodovias estaduais. “Isso representa 40% de todas as estradas do Estado. É um número recorde e significativo, representando mais de R$ 1,5 bilhão, autorizados nos últimos 60 dias”, explicou.

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Fernandha Batista - ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM

Na esteira dos oito quilômetros da triplicação da BR-232 (entre a Avenida Abdias de Carvalho e a conexão com a BR-408), virá a restauração da rodovia até Caruaru. Orçada em R$ 200 milhões, tem R$ 32 milhões em emendas de bancada.

Segundo a secretária de Infraestrutura, existe ainda uma articulação para outros R$ 40 milhões, mas se os R$ 32 milhões forem assegurados, o Estado dará a ordem de serviço, já que a obra está prevista para ser feita em 30 meses.

A intensa movimentação do Governador no setor de estradas revela que ele pretende se livrar de uma crítica recorrente de prefeitos e adversários de que não cuida das rodovias. Não cuidava mesmo, e no seu governo, os editais para contratação foram muito poucos.

Isso explica a movimentação dos prefeitos ao gabinete da secretária Fernandha Batista, que tem verbas para tocar aproximadamente 100 trechos, praticamente atendendo a todos os prefeitos. Muito deles críticos de promessas dos tempos de Eduardo Campos.

O governador montou uma agenda específica para estradas. Ele pediu à assessoria para juntar nessas solenidades visitas a outras obras de outras secretarias, agradando aos prefeitos. Em mais uma série de compromissos pelo interior do Estado, o governador Paulo Câmara esteve numa série de anúncios incluídos no Plano Retomada.

No município de Vitória de Santo Antão, por exemplo, autorizou o início das obras de requalificação na PE-045, com 34 quilômetros de extensão, ligando Vitória à cidade de Escada. As intervenções, orçadas em R$ 95,2 milhões, devem ser concluídas em dois anos, e incluem melhorias no sistema de drenagem, pavimentação e implantação de sinalização vertical e horizontal ao longo da pista.

No começo do mês, Paulo Câmara assinou e deu ordem de serviço para requalificação da PE-170, no Agreste Meridional. A rodovia liga os municípios de Lajedo e Canhotinho e possui 31,45 quilômetros de extensão.

A iniciativa faz parte do Programa Caminhos de Pernambuco, liderado por Fernandha Batista e que integra o Plano Retomada, lançado em agosto pelo Governo do Estado. As obras estão orçadas em R$ 18,2 milhões.

Em outra frente, o Governo de Pernambuco se comprometeu a investir mais de R$ 320 milhões em obras de infraestrutura no entorno da área onde será instalada a instituição, que vai concentrar cerca de 10 mil pessoas, entre alunos, professores, pessoal de apoio e familiares. Isso quer dizer que os municípios do Recife, Camaragibe, São Lourenço da Mata, Abreu e Lima e Araçoiaba vão ter mais obras de estradas e acessos.

Governo do Estado
Paulo Câmara e a secretária Fernandha Batista - Governo do Estado

 

Comentários

Últimas notícias