CPI da Covid

Pazuello parece fadado a ser desmascarado a cada frase que diz, seja como ex-ministro ou como paciente

Médico, o senador Otto Alencar (PSD-BA) disse que foi chamado por colegas da CPI que perceberam com o general não estava passando bem. Momentos após ser atendido, Pazuello disse que não foi nada disso

Romoaldo de Souza
Romoaldo de Souza
Publicado em 20/05/2021 às 6:31
Notícia
Sergio Lima / AFP
General e ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello passou mal nos bastidores da CPI da Covid - FOTO: Sergio Lima / AFP
Leitura:

O general de divisão Eduardo Pazuello parece fadado a ser desmascarado a cada frase que ele diz na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, no Senado Federal. Seja como ex-ministro da Saúde ou como o paciente que carece atendimento médico.

TCU desmente Pazuello e diz que nunca recomendou recusa à vacina da Pfizer

Pazuello diz que falta de oxigênio em Manaus durou três dias e senadores rebatem

O senador Otto Alencar (PSD-BA) disse à reportagem da Rádio Jornal que no intervalo do depoimento, “ali por volta das 18h”, foi chamado por colegas da CPI que perceberam com o general não estava passando bem. "Quando o encontrei, ele estava pálido, passando mal. Aí mudei a posição dele, falei para ele deitar, colocar as pernas para cima, e aí a sua oxigenação no cérebro voltou ao normal e ele melhorou. Foi uma crise do nervo vasovagal", contou. “Nessas condições, o paciente perde ligeiramente a consciência e pode vir a sofrer um desmaio”, completou o senador baiano.

Imediatamente, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Onyx Lorenzoni, que nem estava no Senado, foi às redes sociais para atacar a imprensa. Ele acusou jornalistas de fabricarem “fake news” e que “Pazuello não passou mal coisa nenhuma. Está ótimo. Melhorem, 5ª série. Medíocres”. Lorenzoni, médico veterinário e deputado federal licenciado, é aquele que a pretexto de atacar o “lockdown” durante a pandemia, disse pérolas como “alguém consegue impedir nas áreas urbanas que o passarinho, o cão de rua, o gato, o rato, a pulga, a formiga, o inseto se locomova? Alguém consegue fazer o lockdown dos insetos? É óbvio que não. E todos eles transportam o vírus. Não são contaminados pelo vírus, mas podem transportar o vírus. Podem. É uma possibilidade.”

O ex-ministro Eduardo Pazuello não poderia terminar o dia sem antes contar mais uma lorota. Na porta da comissão, momentos após ser atendido pelo médico e senador, Pazuello disse que não foi nada disso, que não passou mal e que apenas tinha sentido que o pé estava um pouco inchado.

Assim como os senadores planejam fazer acareações para passar a limpo as desculpas do ex-ministro para o fracasso do governo no enfrentamento da pandemia, bom seria se a CPI colocasse frente a frente o general e o senador/médico para ver quem está faltando com a verdade.

Pense nisso!

Comentários

Últimas notícias