eleições

PDT discute a ideia de retirar Ciro Gomes da disputa presidencial em 2022

Não vindo a disputar a Presidência da República, Ciro Gomes poderia concorrer a vaga de senador pelo Estado do Ceará

Romoaldo de Souza
Cadastrado por
Romoaldo de Souza
Publicado em 16/12/2021 às 6:48 | Atualizado em 16/12/2021 às 11:50
AURELIO ALVES / O POVO
DIFÍCIL Campanha do ex-ministro enfrenta cada vez mais obstáculos - FOTO: AURELIO ALVES / O POVO
Leitura:

Empacado nas pesquisas, o presidenciável Ciro Gomes corre o risco de ser abandonado pelo próprio partido, já nos próximos dias.

A ideia vem sendo discutida, ainda que de maneira informal, até com o presidente do PDT, Carlos Lupi, e questiona se a candidatura do ex-governador do Ceará traria algum benefício para a legenda que planeja duplicar a quantidade de deputados federais e estaduais. O principal indício do desprestígio de Ciro Gomes com a bancada federal do próprio partido é que ele não foi à festa de confraternização.



Há um grupo de pedetistas que está defendendo a formação de uma grande federação de partidos de esquerda, afim de fortalecer a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Sem a candidatura de Ciro Gomes, o PDT teria muito mais dinheiro do fundo eleitoral para investir nas disputados a cargos de deputados estaduais e federais, no Senado e até a governos estaduais.

Na última pesquisa Ipec, Ciro Gomes aparece com 5% das intenções de votos, atrás de Sérgio Moro (Podemos), Jair Bolsonaro (PL) e de Lula.

Não vindo a disputar a Presidência da República, Ciro Gomes poderia concorrer a vaga de senador pelo Estado do Ceará

Pense nisso

Comentários

Últimas notícias