GAMES

Consoles da nova geração: gamers falam da experiência de jogar PS5 e Xbox Series X

Para adquirir esse ''sonho'' de consumo de muitos gamers, o único empecilho por enquanto é o preço

Julio Costa Neto
Julio Costa Neto
Publicado em 26/04/2021 às 16:55
Notícia
Acervo pessoal
Aurino com o PS5 - FOTO: Acervo pessoal
Leitura:

Não é à toa que o PS5 e Xbox Series X são os mais cobiçados do momento. Os consoles da nova geração tem encantado pela capacidade gráfica, arquitetura de hardware com processadores exclusivos e armazenamento em SSD, o que permite muito mais potência, além de carregamento super rápido..

Para adquirir esse “sonho” de consumo de muitos gamers, o único empecilho por enquanto é o preço. No caso, o console da Playstation custa em média R$ 4.699 a versão com driver de Blue Ray. Já o equipamento da Microsoft chega a R$ 4.499. Os valores são salgados, né não? Só que alguns apaixonados tiveram coragem de abrir a carteira.

"Trabalhando em home-office ficava mais tempo online e atento às ofertas na web. Acabei encontrando o PS5 disponível no app pelo preço de tabela da Sony. Olhei para o limite do cartão de crédito e não resisti, fui no impulso", revela o jornalista Aurino Rosendo.   

O professor universitário Ítalo Prostásio foi na mesma linha, mas escolheu o console da Microsoft. “Fiz uma compra programada do Xbox Series X. Fui na loja, mas ela não tinha em estoque. Tive que agendar a compra que aconteceu em mais ou menos 4 dias”, confessa.

Sobre as qualidades de cada um dos consoles, o PlayStation 5, tem um design em branco e preto, reforçado por um LED que realça contornos do console. Ele pesa 3,9 quilos (na versão digital) e 4,5 quilos (na versão com leitor). Já o Xbox Series X tem um formato quadrado, cor escura e pesa 4,45 quilos. Caso pense em decorar junto de algum móvel da residência, ele pode ser usado tanto na vertical quanto na horizontal.

Os dois trazem CPUs e GPUs modificadas, mas quem exibe melhores números nas especificações é a Microsoft, com o Xbox Series X embarcando um processador de octa-core de 3,8 GHz, junto a 16 GB de RAM.

"O sistema Quick Resume facilita bastante. Eu posso trocar de jogo ou desligar o console e depois voltar a jogar exatamente de onde parei. Também é possível expandir o armazenamento, o Series X conta com o flop para inserir o SSD externo. Nas outras versões, era preciso abrir o videogame e colocar o HD lá, agora é só inserir o cartão", conta Italo.

Acervo pessoal
Ítalo com o Xbox Series X - Acervo pessoal

A Sony trabalha com um processador do PS5 com a GPU - AMD RDNA 2 a 2,23 GHz, em uma frequência variável, de acordo com a necessidade do jogo utilizado. Os 10,28 teraflops são inferiores aos 12 teraflops do Xbox Series X, mas ainda assim oferece uma resolução de até 8K nos jogos.

"Os gráficos são sensacionais. A retrocompatibilidade possibilita jogar os títulos de PS4 normalmente. Com o SSD, os loads dos jogos são muito mais rápidos. É uma diferença significativa do anterior. Estou apaixonado pelo Assassin'sCreedValhalla e o FIFA. É puro realismo”, diz Aurino.

Mesmo com tanta modernidade, inovação e uma experiência incrível, a dupla diz que o momento não é para fazer loucura e comprar um dos dois consoles a qualquer custo. Ter cautela na hora de fazer negócio é importante, até porque cada um sabe onde o sapato aperta.

"Eu vendi o meu PS4 Pro e com o valor, consegui abater mais da metade valor do PS5. Ficou mais tranquilo fechar a compra. Com o dólar em alta e poucos jogos exclusivos, é melhor esperar o preço baixar mais um pouco", orienta Aurino.

Acervo pessoal
Aurino com o PS5 - Acervo pessoal

Italo diz que é preciso estar certo do quer para não correr o risco de se arrepender depois. "Quem tem Xbox One X, vale a pena esperar um pouco mais. A diferença de qualidade existe, mas não é tão abrangente para você investir 4 ou 5 mil reais assim. Televisão 8K ainda não é uma realidade para a gente e os jogos exclusivos ainda estão engatinhando", explica.

Acervo pessoal
Ítalo com o Xbox Series X - FOTO:Acervo pessoal

Comentários

Últimas notícias