VIOLÊNCIA

Assassinato de presidente da Associação de Cabos e Soldados de PE ainda sem solução

Crime, prestes a completar três meses, ocorreu bem perto da sede da entidade sindical, na Zona Oeste do Recife

Raphael Guerra
Cadastrado por
Raphael Guerra
Publicado em 10/05/2022 às 7:00
DIVULGAÇÃO
Albérisson Carlos, presidente da Associação de Cabos e Soldados de Pernambuco, foi morto a tiros em fevereiro - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

Após quase três meses, o assassinato do presidente da Associação de Cabos e Soldados de Pernambuco, Albérisson Carlos, ainda não foi esclarecido. As investigações continuam sendo conduzidas por dois delegados do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Imagens de câmeras de segurança filmaram o momento em que Albérisson saiu da sede da associação, no bairro da Madalena, Zona Oeste do Recife, acompanhado da esposa, por volta das 18h30, de 16 de fevereiro deste ano. O casal seguia em direção ao carro.

Outra imagem mostrou o momento em que a mulher retornou pela rua, desesperada, após os tiros para pedir ajuda. As imagens já divulgadas pela imprensa não mostraram o momento exato do crime.

Outro detalhe é que os projéteis balísticos teriam sido recolhidos rapidamente pelos assassinos antes da fuga. Essa hipótese é levantada pelos investigadores porque nenhum vestígio foi encontrado pelos peritos do Instituto de Criminalística na noite do homicídio.

A polícia também descobriu que o carro supostamente usado pelos assassinos teria sido parado numa blitz do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) minutos antes, a duas ruas do local do crime. O veículo, de cor branca, logo foi liberado. Havia ao menos quatro pessoas nele.

Familiares de Albérisson Carlos foram procurados pela coluna Ronda JC, nessa segunda-feira (09), mas preferiram não dar declarações para evitar atrapalhar as investigações. 

VIOLÊNCIA EM ALTA

Somente nos três primeiros meses de 2022, Pernambuco já acumula 965 homicídios. Isso significa que, em média, 10,7 pessoas foram mortas por dia. Os dados da Secretaria de Defesa Social (SDS) revelam aumento de 16,5% em relação ao mesmo período de 2021, quando 828 assassinatos foram confirmados.

No último mês de março, Pernambuco somou 346 homicídios. É o pior resultado desde maio de 2020, quando 351 pessoas foram mortas. Em comparação com março de 2021, o aumento foi de 26,7%. Foram 73 assassinatos a mais.

Os números da violência registrados no mês de abril só devem ser divulgados pela SDS no próximo dia 15.

Comentários

Últimas notícias