HOMICÍDIOS

Duas cidades de Pernambuco estão entre as 30 mais violentas do Brasil

Levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública foi divulgado nesta terça-feira (28)

Raphael Guerra
Cadastrado por
Raphael Guerra
Publicado em 28/06/2022 às 17:16 | Atualizado em 07/07/2022 às 16:12
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
A cidade turística de Itamaracá está entre as mais que registraram maior taxa de homicídios por 100 mil habitantes no Brasil - FOTO: BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Leitura:

Dois municípios de Pernambuco estão entre os 30 mais violentos do Brasil, segundo levantamento da nova edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública. São José da Coroa Grande, no Litoral Sul, e Itamaracá, no Litoral Norte, aparecem com altíssima taxa de homicídios. O resultado, produzido pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, foi divulgado nesta terça-feira (28). 

Com 21.868 habitantes, São José da Coroa Grande, um dos destinos turísticos mais belos e procurados do Litoral Sul de Pernambuco, registrou 65 assassinatos entre 2019 e 2021. A taxa foi de 106,5 mortes por 100 mil/habitantes. Por causa disso, aparece em 24º lugar no ranking da violência publicado pelo Anuário.

Mais da metade das vítimas dos crimes no município eram jovens, com idades entre 18 e 29 anos. Dos 65 homicídios, 36 pessoas tinham essa faixa etária, ou seja, 56%.  Chama a atenção - mas não surpreende - porque esse público é o que mais é atraído para o tráfico de drogas. 

A disputa entre organizações criminosas pelo domínio do tráfico na região é antiga. Em 2017, São José da Coroa Grande registrou um boom da violência - por causa da guerra entre criminosos. Foram 41 assassinatos, número nunca antes visto na história do município. Naquele ano, a taxa de homicídios cresceu 127% em relação a 2016.

O município de Itamaracá, também outro destino turístico procurado em Pernambuco, tem população de 27.076 habitantes. Ao todo, entre os anos de 2019 e 2021, a polícia somou 77 homicídios. A taxa foi de 102,5 mortes por 100 mil/habitantes. Desta forma, a cidade apareceu em 29º na lista das 30 mais violentas do País.

Dos 77 assassinatos contabilizados, 32 vítimas tinham entre 18 e 29 anos - ou seja, 38%. 

Itamaracá convive com o forte tráfico de drogas - que resulta em mortes e atuação ainda precária da polícia para desarticular os grupos criminosos. 

LEIA O QUE DIZ A SECRETARIA DE DEFESA SOCIAL:

Na análise das cidades, informamos que Itamaracá registrou, em 2021, 21 CVLIs (Crimes Violentos Letais Intencionais) consumados, 16% menos em relação ao ano anterior (25 mortes em 2020). Em 2022, o trabalho preventivo e repressivo das polícias Civil, Militar, Científica e Penal no município segue intenso e apresenta resultados significativos. Neste ano, houve 8 mortes violentas na cidade, uma retração de 33% em relação ao mesmo período de 2021 (12 casos). A taxa de resolução de inquéritos de homicídios nesse município foi 62% em todo o ano passado, muito acima da média nacional, de 8%. Os crimes violentos patrimoniais seguiram a tendência dos homicídios: retraíram 21% no comparativo entre os dois últimos anos (111 casos em 2021, contra 141 em 2020). É importante lembrar ainda que, no final de 2019, o policiamento ostensivo foi fortalecido em Itamaracá, com a inauguração do 26º Batalhão de Polícia Militar, com 300 policiais. Operações estão em curso para aprofundar a retração da violência e proporcionar mais tranquilidade para a população local.

"Em São José da Coroa Grande, as forças de segurança, norteadas pelo Pacto pela Vida, atuaram para desarticular quadrilhas que se enfrentam pelo controle do tráfico de drogas. Em 2017, por exemplo, houve, na cidade, 41 homicídios, crime que foi caindo ao longo dos anos. Em 2021, houve 24 mortes, uma retração de mais de 41,7% em relação àquele ano. Os roubos também reduziram de 2020 para 2021, na casa de 4%. A atuação das polícias vem se mostrando eficaz nessa cidade, onde a diminuição está se mantendo no comparativo entre 2022 e 2021. Este ano, a resolução de inquéritos policiais de homicídios no município ultrapassa os 75%. A identificação e responsabilização dos praticantes de crimes contra a vida colaboram diretamente para a diminuição desse tipo de delito. Ressaltamos ainda que, em 2017, o Governo do Estado inaugurou a 10ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), fortalecendo a presença da segurança pública nas cidades do Litoral Sul, incluindo São José da Coroa Grande.

PERNAMBUCO É O 5º MAIS VIOLENTO DO PAÍS

O Brasil registrou 47.503 homicídios ao longo do último ano, o equivalente a 130 mortes por dia, segundo dados do Anuário. O número representa queda na comparação com 2020 (quando foram somadas 50.448 mortes) e é o menor registrado desde 2011, quando se inicia a série histórica.

Entre os Estados brasileiros, Pernambuco apareceu como o 5º mais violento de 2021, em números absolutos. Ao todo, o Estado somou 3.368 assassinatos.

Em primeiro lugar apareceu a Bahia, com 6.734 mortes violentas ao longo do último ano.

 

 

Comentários

Últimas notícias